O que é APS e para que serve o sistema?

Atualizado em 20/09/19 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Produção

Programação da produção

APS é uma sigla em inglês para Advanced Planning and Scheduling, ou seja, são sistemas para programação e planejamento avançados.

Na prática um sistema APS é um software para programar a produção que é capaz de sugerir sequenciamentos para cada máquina da fábrica.

Neste artigo vamos ver mais o que é um sistema APS, para que serve e quais são os benefícios para sua fábrica. Confira:

aps

Para que serve um sistema APS?

Como falamos acima, o APS é um sistema para planejamento e programação avançado. O seu principal objetivo é melhorar o sequenciamento da produção de uma empresa e assim otimizar seus recursos.

Conforme uma empresa amplia seu portfólio de produtos, crescem as demandas na produção e ainda há as customizações em massa, mais difícil fica de planejar e priorizar suas ordens de produção.

É nesse cenário que o sistema APS aparece para auxiliar os gestores a tornar a fábrica mais produtiva e lucrativa dentre tantas opções disponíveis.

Essa é uma ferramenta muito útil principalmente para grandes indústrias.

Quais são os benefícios de um sistema APS?

Uma boa programação e sequenciamento da produção trazem grandes benefícios gerais, como por exemplo:

Em níveis mais técnicos, um sistema APS é capaz de:

Nivelar todos os recursos simultaneamente

É comum o nivelamento precisar ser feito recurso a recurso e é uma tarefa que pode demorar dias, tornando a programação desatualizada. Um sistema APS permite o nivelamento simultâneo de todos os recursos rapidamente.

Incluir restrições secundárias na programação

Ao incluir restrições secundárias como pessoal, instrumentos, ferramental, é possível gerar programações precisas e eliminar situações em que duas ordens de produção são programadas para o mesmo horário em máquinas diferentes, mas que não podem ser executadas pois demandam o mesmo ferramental.

Definir a prioridade ponderando diferentes critérios

  • Qual é a ordem mais prioritária?
  • A que gera a maior receita?
  • A que gera a maior multa por atraso?
  • A que está a mais tempo em carteira?
  • A que tem a menor razão crítica?

Muitas vezes é difícil definir o que deve entrar em máquina primeiro e para essas situações o sistema APS permite ponderar diferentes critérios de priorização.

Ganhar confiança para prometer e cumprir prazos de entrega

Um sistema APS normalmente permite gerar programações precisas com muita agilidade.

É comum ocorrem imprevistos como falta de material, quebra de máquina, absenteísmo de pessoal que podem comprometer o cumprimento dos prazos.

Após a definição inicial do prazo você poderá gerar programações periódicas e tomar decisões que impeçam que os imprevistos gerem atrasos.

Reduzir o consumo de energia

A energia pode ser considerada um recurso secundário e o sistema APS ajuda a programar apenas recursos críticos para os horários de pico em que o custo da energia elétrica é elevado.

Aumentar o nível de utilização das máquinas

O sistema APS apoia o sincronismo entre as operações permitindo reduzir significativamente o tempo em que as máquinas que possuem demanda ficam paradas esperando pela conclusão de uma etapa anterior.

Reduzir WIP e Lead Times

A partir da utilização de regras avançadas de sequenciamento, é possível programar o início das ordens de produção para uma data mais tarde que não comprometa o cumprimento do prazo de entrega, reduzindo o estoque de materiais em processo (WIP) e os tempos de atravessamento (Lead Times).

Reduzir tempos de setups

Produtos iguais, parecidos ou que tenham uma mesma configuração de máquina para sua produção podem ser produzidos em sequencia para aproveitar o tempo de setup.

O APS permite definir uma matriz de setup para gerar a melhor programação em situações em que uma sequencia diferente determina diferentes tempos de setup.

Gerar programas viáveis com agilidade

Com o APS a equipe de planejamento consegue gerar programas viáveis com mais agilidade, reduzindo o tempo de resposta para os clientes ou para outras áreas da empresa.

Além disso, a equipe passa a ter mais tempo disponível para tomar melhores decisões e lidar com imprevistos.

Reduzir horas extras

Muitas indústrias contratam horas extras como forma de ter um aumento imediato da capacidade e conseguir atender a demanda.

Com um APS é possível contratar horas extras apenas para os recursos críticos em situações críticas, melhorando a gestão do calendário do pessoal e reduzindo custos.

Simular diferentes cenários

Com um APS é possível enxergar o impacto de decisões como aumentar ou reduzir a capacidade em indicadores importantes como cumprimento de prazos de entrega.

Melhorar a comunicação entre diferentes áreas

A programação é o elo entre a demanda e a produção.

Uma vez que a equipe de planejamento consegue informar as entregas para a área comercial e as listas de tarefa para a produção com precisão e agilidade, a eficácia da equipe aumenta de forma considerável.

Como funciona um sistema APS?

Para obter os benefícios que vimos acima, sua indústria precisa coletar informações para o sistema APS.

As informações normalmente coletadas por um APS, são:

Com essas informações o APS é capaz de sugerir sequenciamentos para sua fábrica. Entretanto, para você descobrir qual de fato é o melhor cenário, é necessário simular diferentes cenários.

Para você entender melhor essa questão, compartilho esse vídeo do professor Leandro Jardim da Trilha Projetos em que ele explica claramente qual o papel do APS e dos simuladores, confira:

Qual sistema APS escolher e como implantar na minha fábrica?

Se você busca melhorar a programação da produção, posso recomendar algumas soluções:

Utilizar um software ERP com módulo de programação da produção

A primeira opção e mais viável financeiramente para a maioria das empresas é utilizar um software ERP que seja integrado com a sua produção e seja capaz de realizar a programação da produção.

Por exemplo, o Nomus ERP Industrial é capaz de realizar toda a programação da sua produção, veja como funciona o módulo de programação da produção na ferramenta.

Entenda também como funcionam outros módulos erp.

Utilizar um sistema APS especializado

A outra opção é utilizar um sistema APS dedicado, ou seja, que tenha o seu foco completo na programação da produção.

A Nomus possui uma parceria com uma das empresas líderes em APS no mundo, a Preactor, e se você tem interesse em implantar um software APS na sua fábrica, recomendo que conheça o Preactor APS em parceria com a Nomus.

Caso tenha alguma dúvida fique a vontade para entrar em contato conosco.

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.



Receba no seu email.

Os melhores artigos, ebooks e planilhas de gestão da produção industrial, gratuitamente, no seu email.





Junte-se a 47.312 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam