Os mais importantes indicadores de desempenho na logística

Atualizado em 25/06/20 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Logística

Gestao de estoque

Os indicadores de desempenho na logística servem para monitorar o desempenho da operação e para definir metas que realmente geram melhorias e o crescimento da sua empresa.

Com os indicadores de desempenho na logística implantados, sua equipe pode criar planos de ação importantes e assim aplicar as mudanças necessárias para melhorar seus processos.

O setor de logística é muito importante para uma indústrias e saber como criar indicadores de desempenho certos pode fazer toda a diferença entre o sucesso e o baixo rendimento do setor.

Nesse artigo vamos ver quais são os mais importantes indicadores de desempenho na logística, confira:

Indicadores de desempenho na logística

1. OTD – On-Time Delivery (Percentual de Entregas Realizadas no Prazo)

Esse indicador de desempenho tem como objetivo medir a quantidade de pedidos que foram entregues no prazo combinado. Esse sem dúvidas é um dos mais importantes para uma indústria.

Como calcular o OTD:

(Total de Entregas no Prazo ÷ Total Entregas) * 100

A dica para medir bem esse indicador de desempenho na logística é conferi-lo diariamente e como benchmark usar um percentual que fique sempre acima de 90%.

Para melhorar o OTD da sua empresa, organize melhor as rotas de entrega usando um sistema para auxiliar na escolha do caminho mais vantajoso.

Existe também a opção de trabalhar com entregas agendadas, que se torna um diferencial para sua empresa e aumenta a satisfação dos seus clientes.

2. OCT – Order Cycle Time

Esse indicador de desempenho é importantíssimo já que é o tempo percebido pelo cliente desde que realiza o pedido até o recebimento do produto.

Como calcular o OCT:

Data da entrega – Data do pedido

A dica para fazer uma boa análise do OCT é ficar atento a variáveis que podem interferir na medição. Um benchmark recomendado pelos sites especialistas é um prazo inferior a 24hrs para clientes próximos da sua indústria.

É claro que esse benchmark deve ser adaptado a realidade da sua produção e dos volumes de venda que a sua indústria trabalha.

3. OTIF – On-Time & In-Full

O OTIF é uma versão mais completa de indicador de desempenho na logística na ótica do cliente.

Ele avalia se o cliente recebeu seu pedido no prazo (On-time) e se estava tudo certo com seu pedido (in-full).

No OTIF sua empresa mede se o cliente recebeu o pedido certo, no prazo e no endereço combinado.

Como calcular o OTIF:

(Entregas OTIF ÷ Total de entregas) * 100

A dica para fazer uma boa medição do OTIF é registrar a data e hora em que cada pedido foi processado, entregar uma data prazo para o cliente e manter os pedidos atualizados.

4. Acuracidade do Inventário

Continuando a lista de indicadores de desempenho na logística, chegou a hora da acuracidade do inventário.

Esse indicador mede qual a diferença entre o estoque registrado no seu sistema de gestão e qual o estoque real na sua empresa.

Esses erros não são raros, principalmente se você não utilizar um sistema de gestão de estoques confiável.

Como calcular a acuracidade do inventário:

Estoque físico ÷ Estoque registrado

A dica para esse medidor de desempenho é buscar uma taxa de 100% de acuracidade. Dessa forma sua equipe poderá tomar decisões mais precisas usando as informações do seu software de gestão.

5. Avarias ocorridas no transporte

Como o transporte é uma das etapas mais complexas na operação de uma indústria e pedidos com problemas acabam prejudicando sua imagem, esse indicador de desempenho é muito valioso.

A ideia aqui é contabilizar quantos produtos acabaram sofrendo algum dano durante o transporte até o cliente.

Como calcular as avarias no transporte:

(Pedidos com avaria ÷ total de pedidos) * 100

6. Turnover da equipe

O Turnover é valioso para todos os setores da indústria, na logística não é diferente.

Esse medidor é importante para identificar problemas na gestão da sua indústria, como a valorização do colaborador, condições de trabalho, motivação da equipe, liderança entre outros.

Um turnover muito alto com certeza prejudica o rendimento da empresa e afeta diretamente todos os outros resultados.

Como calcular o Turnover:

([admissões mensais + desligamentos mensais] ÷ 2) ÷ total de funcionários

O cálculo do Turnover não é uma conta simples e existem muitas formas de como calcular o Turnover. Por isso, recomendo que procure o método que mais seja adequado a sua empresa e coloque em prática.

Outro ponto é ficar atento aos erros de liderança.

7. Tempo usado para resolver problemas

Problemas vão acabar acontecendo independente da qualidade da logística da sua empresa. Por isso, é importante que a equipe responda rapidamente a qualquer problema que apareça.

É preciso assegurar que o cliente será bem orientado e atendido no tempo esperado, evitando assim que o problema acabe se prolongando.

Para fazer a medição do tempo de resposta da sua equipe, registre as informações do início do problema e quando ele foi de fato resolvido.

8. Considerar os custos de transportação

Os custos de transporte devem ser considerados no resultado total da empresa, já que eles podem ser bem elevados em determinados casos.

Por isso, é importante monitorar os custos de transporte para garantir que eles estejam dentro do padrão esperado e se há oportunidades de melhorias com redução de custos desnecessários.

9. OFR – Order Fill Rate

Esse indicador mede o tempo do processamento interno quando um novo pedido chega para a empresa. Nele é considerado pontos como: separação, picking e expedição.

Aqui o ideal é separar bem cada ponto para assim ter uma ideia melhor do que precisa melhorar. Além disso, é preciso medir de forma frequente para entender os verdadeiros resultados da empresa.

É possível medir por exemplo:

  • Tipos de produtos diferentes
  • Clientes
  • etc

​10. Medir o giro de estoque

Aqui o objetivo é entender qual o desempenho do setor de estoque para assim melhorar os resultados da empresa como um todo.

É possível fazer um calculo para deixar claro quais são os produtos que mais ficam no estoque, os que saem mais etc.

Uma dica é separar as vendas por tipo de produto ou clientes, dessa forma você conseguirá uma análise mais precisa.

Colocando o conhecimento em prática – Indicadores de desempenho na logística

Agora que você já sabe quais são e como calcular os mais importantes indicadores de desempenho na logística, recomendo que coloque o conhecimento em prática.

Para isso, tenho algumas sugestões de próximo passo para você:

Fique a vontade para entrar em contato caso tenha alguma dúvida ou sugestão.


Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.


Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo:




Junte-se a 47.312 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam