Balanced Scorecard (BSC): o que é, como funciona e como aplicar na sua indústria

Atualizado em 10/06/21 - Escrito por Adriana Mariano na(s) categoria(s): Processos e Organização

Guia do ERP para indústrias

Balanced Scorecard ou BSC, é uma ferramenta de gestão estratégica que ajuda a elaborar o planejamento e as estratégias de diferentes áreas de uma empresa. O objetivo é alcançar melhorias no longo prazo para o negócio.

Com uma boa visão de longo prazo e processos bem planejados, as chances de sucesso são muito maiores, já que existe objetivos claros a serem alcançados.

Então neste artigo você verá:

  • O que é Balanced Scorecard (BSC)?
  • Quais os benefícios do BSC?
  • Como funciona o Balanced Scorecard?
  • Exemplo de um Balanced Scorecard
  • Planilha de Balanced Scorecard (BSC)

Venha comigo e coloque o método em prática no seu negócio. Confira:

O que é Balanced Scorecard (BSC)?

Como mencionei anteriormente, o Balanced Scorecard, também conhecido como BSC, é um modelo de gestão estratégica que visa formular, implantar e monitorar estratégias que agreguem valor para a empresa no longo prazo. Assim, este modelo auxilia na tradução das estratégias em ações operacionais que direcionam o comportamento e o desempenho da empresa.

Em 1992, o conceito criado por Robert S. Kaplan e David P. Norton, foi apresentado em um artigo intitulado “The Balanced Scorecard – Measures that drive performance”(Balanced Scorecard – Medidas que impulsionam o desempenho), que foi publicado  pela primeira vez na Harvard Business Review. O foco do BSC é agrupar os objetivos estratégicos, de forma balanceada, dentro de quatro perspectivas, que são: Financeira, Clientes, Processos Internos e Inovação e Aprendizado.

Inicialmente, o BSC era considerado apenas um sistema de medição, mas com o passar do tempo, ele foi aperfeiçoado e se transformou em um modelo de gestão amplamente utilizado por diversas organizações. Logo, a principal  ideia do BSC é formular um conjunto de ações que se reforcem ao longo de 4 perspectivas, a fim de criar um círculo virtuoso que impacte diretamente os resultados da empresa.

Quais os benefícios do BSC?

O Balanced scorecard é um modelo bastante utilizado por diversas empresas devido aos seus benefícios, que são:

Clareza de objetivos no longo prazo : O BSC permite que a empresa tenha uma visão clara de onde quer chegar e quais são os objetivos que deverão ser alcançados para realizar tal empreitada. Portanto, é essencial que seja realizado o planejamento estratégico da empresa para definir tais objetivos.

Melhoria no desempenho:  O BSC promove o alinhamento da visão da empresa no longo prazo com os objetivos estratégicos, ajudando a medir e monitorar o desempenho da organização.

Melhoria no trabalho em equipe: O BSC melhora a comunicação entre as equipes, uma vez que todas as áreas da empresa precisam estar alinhadas para colocar em prática as ações definidas pelo planejamento estratégico.

Estimula a inovação e o aprendizado: Por meio dos indicadores, é possível identificar os processos críticos, ou seja, aqueles que precisam de maior atenção para melhorar o desempenho. Com isso, o balanced scorecard fomenta não somente o aprendizado contínuo, mas também a inovação dentro da empresa.

Como funciona o Balanced Scorecard?

Agora que já sabemos o que é o Balanced Scorecard e seus benefícios, vamos aprender o passo a passo para implementá-lo na sua indústria.

MAPA ESTRATÉGICO

Em primeiro lugar, é importante realizar o planejamento estratégico de acordo com a missão, visão e valores que a empresa deseja alcançar. Para isso, você pode utilizar diversas ferramentas como análise SWOT, PEST, 5 Forças de Porter, entre outras. 

A partir do planejamento estratégico, devemos identificar os objetivos que serão inseridos no mapa estratégico e classificá-los em uma das 4 perspectivas, que são:

1. FINANCEIRA

Na perspectiva financeira, o principal objetivo é o retorno financeiro. Dessa forma, você deve verificar quais objetivos estratégicos devem ser enquadrados nessa perspectiva a fim de gerar maior lucratividade. 

Por exemplo, aumentar a receita em 30% ou até mesmo reduzir os custos com matéria-prima em 15%. Logo, deve-se pensar nos objetivos financeiros sob a perspectiva dos acionistas que são os mais interessados nesta etapa.

Outros objetivos da perspectiva financeira são:

  • Aumentar a Rentabilidade do Negócio
  • Crescer Margem de lucro sobre as Vendas
  • Reduzir Custos de Reparos

2. CLIENTES

Nesta perspectiva, o objetivo é agregar valor ao seu principal stakeholder: o cliente, que é o maior interessado em realizar a compra. Dessa forma, todos os objetivos deverão ser formulados tendo em vista a percepção do cliente, de modo que suas necessidades sejam atendidas de forma eficiente.

Exemplos de objetivos para perspectiva de clientes:

  • Fidelizar os clientes
  • Diversificar produtos/serviços
  • Melhorar o atendimento

3. PROCESSOS INTERNOS

A perspectiva de processos internos busca identificar quais processos precisam de maior atenção devido ao seu alto impacto nos resultados da empresa. Logo, é importante não somente medir e melhorar a qualidade dos processos, mas também criar novos processos que ajudem a empresa alcançar a excelência.

Alguns exemplos da perspectiva de processos internos:

  • Desenvolver Novos Canais de Distribuição
  • Melhorar a Qualidade dos Produtos
  • Eliminar Retrabalho

4. INOVAÇÃO E APRENDIZADO

A perspectiva de inovação e aprendizado tem como foco desenvolver ações estratégias que promovam a mudança organizacional assim como o desenvolvimento dos colaboradores. Além disso, nesta perspectiva é importante ter em mente a inovação, a motivação e o crescimento a fim de alcançar os objetivos traçados.

Exemplos que podem ser utilizados na perspectiva de inovação e aprendizado:

Após a montagem do mapa estratégico, você pode definir as relações de causa e efeito entre os objetivos para ter uma noção mais clara de como cada objetivo impacta a visão no longo prazo.

Em seguida, devemos destrinchar cada objetivo a fim de torná-lo o mais concreto possível para alcançarmos o alvo. Dessa forma, é necessário estipular para cada objetivo um indicador, uma meta e uma iniciativa/projeto. É importante ressaltar que o indicador deve ter um nome, uma fórmula para calculá-lo e uma métrica(unidade de medida). 

Em relação a iniciativa para alcançar o objetivo, é necessário definir três pontos importantes, que são:

  • Responsável pela execução: Quem será o responsável por gerenciar essa iniciativa?
  • Orçamento para implantação: Quanto será gasto para alcançar esse objetivo?
  • Prazo para execução: Qual será a data de início e fim dessa iniciativa?

Exemplo de um Balanced Scorecard

Para ficar mais claro, segue um exemplo de Mapa estratégico da empresa Petronect.

Fonte: Petronect

Enfim, o Balanced Scorecard permite traduzir a visão em objetivos estratégicos, que são monitorados por indicadores e associados a metas que, por sua vez, são alavancadas por iniciativas, que se desdobram em ações e contribuem para o crescimento da sua organização.

Planilha de Balanced Scorecard (BSC)

Para te ajudar a implementar o Balanced Scorecard na sua empresa, criamos uma planilha bem completa com todos os campos citados anteriormente. Agora, é só reunir sua equipe e definir seus objetivos estratégicos para que sua empresa cresça cada vez mais.

Siga a Nomus para mais dicas

Para fechar, recomendo que siga o Blog Industrial nos seus canais favoritos para não perder as próximas matérias do portal. Dessa forma você se manterá atualizado e sempre por dentro das melhores práticas de gestão industrial.

Escolha seus canais favoritos:

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags: ,




Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: