Análise SWOT: identifique os pontos fortes e fracos da sua indústria (PDF)

Atualizado em 8/04/19 - Escrito por Rafael Netto na(s) categoria(s): Estratégia

Chão de fábrica

A Análise SWOT é uma ferramenta clássica da administração que significa em inglês:  Strengths (pontos fortes), Weaknesses (pontos fracos), Opportunities (oportunidades para o negócio) e Threats (ameaças para o negócio).

O objetivo da análise SWOT é identificar e listar todos os pontos fortes, pontos fracos, as oportunidades e as ameaças de uma empresa.

O benefício da Análise SWOT é fornecer uma lista concreta de informações valiosas para que o empreendedor organize um plano de ação para reduzir riscos e aproveitar oportunidades.

Apesar de inicialmente ser projetada para grandes empresas, a análise SWOT é usada em indústrias de todos os portes.

Hoje vou explicar rapidamente como funciona a análise SWOT e também disponibilizar um modelo para você baixar e aplicar na sua indústria. Vamos lá!

Modelo de análise SWOT PDF e Excel para download

Primeiro passo é baixar o seu modelo de análise SWOT PDF ou Excel. Você pode fazer isso clicando na imagem abaixo:

Análise SWOT


Download grátis ferramenta Análise SWOT PDF + XLS


Imprima o PDF ou utilize a versão Excel para colocar em prática a sua análise. Agora leia atentamente o restante do artigo para saber como usar a ferramenta corretamente.

Sobre a Análise SWOT

Apesar de ser considerada uma ferramenta clássica da administração, a análise SWOT ainda é pouco conhecida e usada por pequenas indústrias.

A origem da ferramenta é desconhecido, entretanto, a versão mais aceita é que foi criada por professores da Universidade Stanford na década de 1960, onde usaram uma análise das maiores empresas dos EUA.

A ferramenta pode ser usada para diversos objetivos e de diversas formas, o gestor de uma pequena indústria pode utilizá-la para conhecer melhor sua fábrica, com uma análise contextual que servirá como guia para a definição de um plano de ação.

No geral os pontos fortes e fracos são fatores internos, ou seja, estão dentro da própria fábrica. Já as oportunidades e ameaças tem origem externa na maioria dos casos.

Como usar a Análise SWOT

O uso prático da análise SWOT é simples, o que é realmente mais desafiador é identificar corretamente os verdadeiros pontos fortes e fracos da indústria, assim como as oportunidades mais valiosas e as ameaças mais perigosas.

Mantenha essas características acima quando for preencher seus quadros e responda as questões a seguir:

Strengths (pontos fortes)

Quais são os verdadeiros pontos fortes da sua indústria?

Cuidado, empreendedores e gestores tem uma natureza otimista e podem acabar confundindo suas opiniões com fatos reais.

Faça uma validação da lista que criar com pessoas que conheçam bem a indústria ou você.

Diversos itens podem ser listados, alguns exemplos de pontos fortes são:

  • Produto com qualidade superior;
  • Produto com melhor preço;
  • Atendimento elogiado pelos clientes;
  • Equipe unida e motivada de alta produtividade;
  • Ativos importantes como máquinas e imóveis;
  • Boa localização;
  • Bons fornecedores;
  • Bons processos.

Weaknesses (pontos fracos)

Quais são os verdadeiros pontos fracos da sua indústria?

Novamente, tome cuidado com o otimismo para que não o impeça de refletir sobre as fraquezas da sua indústria. Se tiver dificuldades, talvez ache mais fácil listar oportunidades de melhoria e não os pontos fracos.

O termo não importa de verdade, o objetivo final é reconhecer que a indústria pode melhorar em diversos aspectos. Afinal, mesmo as melhores indústrias estão em busca da melhoria contínua e conseguem elaborar uma grande lista de pontos de melhoria.

Quanto melhor for essa lista, melhor será as chances de corrigir falhas e melhorar o desempenho da fábrica.

Liste absolutamente tudo que faz com que perca vendas e aumenta os custos da sua operação.

Alguns exemplos de fraquezas são:

  • Equipe mal treinada ou desmotivada;
  • Falta de organização e documentação de processos;
  • Sistemas de gestão não atende as necessidades da indústria;
  • Falta de padronização no processo produtivo;
  • Ausência de controle da qualidade no processo produtivo;
  • Perdas no processo produtivo;
  • Falta de organização e controle no estoque.

Opportunities (oportunidades para o negócio)

Quais são as verdadeiras oportunidades para sua indústria?

Cuidado para não enxergar oportunidades em todos os lugares. Ao invés disso, tenha uma estratégia com objetivos, indicadores e metas bem definidas.

O objetivo disso é priorizar as oportunidades disponíveis com a estratégia geral da indústria.

Alguns exemplos são:

  • Desenvolvimento de novos produtos e serviços;
  • Expansão da carteira de clientes e setores da economia atendidos;
  • Incentivos governamentais para o seu setor;
  • Incentivos governamentais para os setores de seus clientes;
  • Mudanças no planejamento tributário;
  • Novas tecnologias disponíveis;
  • Redução de barreiras comerciais internacionais;
  • Crescimento da economia;
  • Investimentos externos;
  • Ampliação de crédito dos seus potenciais clientes.

Threats (ameaças para o negócio)

Quais são as verdadeiras ameaças para sua indústria?

Para responder bem é importante conhecer bem o modelo de negócios de seus concorrentes.

Incie a lista com os problemas que a sua indústria está enfrentando ou pode enfrentar com a concorrência.

O que seus concorrentes podem fazer que resulte em uma queda de vendas ou aumento de custos da sua indústria?

Alguns exemplos são:

  • Novos e maiores concorrentes;
  • Perda de colaboradores fundamentais;
  • Mudança de leis e tributos;
  • Falsificação dos seus produtos;
  • Mudanças cambiais impactantes;
  • Mudanças na regulamentação de importação e exportação;
  • Retração da economia;
  • Inovações disruptivas no seu segmento de negócios;
  • Fim de incentivos governamentais.

Dicas extras para bom uso da Análise SWOT

Evite o excesso de otimismo

Empreendedores e gestores são pessoas otimistas, afinal, somente um otimista tem força de vontade para montar seu próprio negócio.

Então é normal que essa pessoa acabe focando apenas nos pontos fortes e oportunidades e acabe deixando os pontos fracos e ameaças de lado.

O problema é que quando algo não sair como esperado, você pode se perguntar: “Por que não pensei nisso antes?”

Então é fundamental que liste desde o início os pontos fracos e ameaças para que possa trabalhar para superá-las.

Revise com outras pessoas

Muitas vezes temos uma visão viciada de nosso negócio e não conseguimos enxergar pontos que estão bem na nossa frente.

Por exemplo, é natural que um pai ou uma mãe liste as qualidades do filho como muito maiores que os seus pontos fracos.

Então para ter uma lista mais proveitosa, não deixe de pedir ajuda a uma outra pessoa que esteja familiarizada com o negócio ou que entenda do ramo. Você pode encontrar oportunidades que ainda não havia percebido.

O bom é que quanto antes você descobrir isso, mais fácil será para corrigir o rumo da indústria.

Dê o próximo passo

Preencher a análise SWOT não é o fim do processo. Não basta só preencher os quadrados, na verdade isso é só o começo da análise.

Após preencher os dados, defina um plano de ação contendo o que sua indústria pode e deve fazer para sanar os pontos fracos, reduzir o risco das ameaças, e aproveitar os pontos fortes e oportunidades.

Com o plano de ação definido, atribua responsabilidades e prazos para execução das ações, e acompanhe o andamento da execução das ações periodicamente, pelo menos uma vez por trimestre.

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:





Receba no seu email.

Os melhores artigos, ebooks e planilhas de gestão da produção industrial, gratuitamente, no seu email.





Junte-se a 47.312 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam