Realidade virtual nas indústrias: inovação, exemplos e benefícios

Atualizado em 17/05/21 - Escrito por nomusadmin na(s) categoria(s): Processos e Organização

Ferramentas de gestão

A realidade virtual, ou VR, não só é uma grande inovação, como também se apresenta enquanto uma plataforma única para quem deseja inovar.

Mais do que um vídeo imersivo – que algumas pessoas acreditam ser sinônimo de realidade virtual – ela oferece a possibilidade de interagir e transformar o que está ao nosso redor no espaço criado digitalmente.

Com as ferramentas atuais, você pode “tocar” e modificar o que vê, ouve e sente, passando a experimentar, de fato, uma nova realidade. Não é à toa que existem tantos vídeos de pessoas tropeçando e esbarrando nos móveis enquanto usam um óculos de VR!

O que diferencia a realidade virtual de outras experiências interativas, como um jogo em seu computador, é o nível de integração entre o corpo e o novo ambiente: é o movimento de cabeça, braços e pernas, e não o apertar de botões, que dispara uma ação.

Empresas e setores que desejam aproveitar estes recursos, criando experiências interativas para seus consumidores ou aperfeiçoando processos internos, devem trabalhar com a realidade virtual inserida num contexto mais amplo, o da transformação digital.

Ela promove a combinação entre as tecnologias mais avançadas e os objetivos organizacionais, mostrando que as possibilidades criadas pelas novas ferramentas vão muito além do marketing – como você verá em alguns dos exemplos abaixo.

Usos da realidade virtual

O mercado com maior destaque na utilização da realidade virtual é, sem dúvidas, o de games. Não poderia ser diferente, já que essa indústria tem décadas de experiência na produção de novos universos, e encontrou na realidade virtual uma plataforma capaz de libertar todo o seu potencial.

Pouco a pouco, outros setores notaram os benefícios da tecnologia, utilizando-a como uma ferramenta para levar sua estratégia de business intelligence a um novo patamar, criando e testando protótipos, replicando ambientes reais e até mesmo interagindo com o que seria inalcançável por nossas mãos e olhos.

A Realidade virtual nas indústrias

Cada nova tecnologia impulsiona também uma nova onda de empreendedorismo, com modos criativos de usar a ferramenta nas mais diversas formas. É uma dinâmica que dá vida a startups inovadoras; capazes de trazer respostas modernas para antigos desafios ou lançar produtos inesperados e recriar seus mercados.

Treinamentos

Exércitos no mundo inteiro estiveram entre as primeiras organizações a adotar realidade virtual, utilizando-a para reduzir os custos e os riscos envolvidos na capacitação de suas forças.

Os mesmos benefícios podem ser alcançados por empresas em seus treinamentos. A realidade virtual permite lançar os colaboradores em situações de desafio, avaliando sua reação inicial e apontando melhorias que eles possam implementar.

A tecnologia ainda apresenta mais uma vantagem nesse campo, possibilitando registrar e analisar quantidades massivas de treinamentos, identificando dados que o instrutor e o praticante não perceberam durante os exercícios.

Indústria automotiva

Um dos maiores desafios na produção automotiva é lidar com os intermináveis protótipos. A cada mudança realizada pelos engenheiros, é preciso construir uma nova peça e testá-la na prática, verificando o desempenho do novo design, itens de segurança ou peças do motor.

É um processo demorado e custoso, que está sendo revolucionado pela realidade virtual. Ela permite simular um novo protótipo do veículo, conduzir testes sem destruir um modelo recém construído e fazer mudanças em tempo real.

Se um designer precisa que o farol precisa ter uma curvatura diferente ou uma equipe de engenharia está desenvolvendo uma nova trava de segurança, por exemplo, basta fazer ajustes na plataforma, ao invés de aguardar um carro inteiro ser produzido.

É uma diferença de meses ao longo do projeto, transformando a realidade virtual num recurso indispensável para o setor automotivo.

Fitness

Transformar suas atividades físicas em experiências divertidas é o sonho de muita gente, e a indústria fitness está lançando soluções cada vez mais criativas para atender esse desejo.

Um exemplo são os jogos que exigem movimentos intensos e coordenados, como Fruit Ninja VR, Beat Saber e Box VR. Os jogadores precisam ser ágeis e flexíveis para vencer os desafios, ganhando condicionamento físico sem nem perceber que fizeram exercícios.

Outra possibilidade é a integração de atividades comuns e universos virtuais. Os óculos podem colocar o participante numa corrida de ciclismo, por exemplo, fazendo ele pedalar como nunca; ou no meio de uma paisagem encantadora, criando um passeio suave para quem precisa relaxar.

Saúde

O setor médico possui muito pouco espaço para erros, e a realidade virtual oferece uma possibilidade única para testar procedimentos sem riscos.

A vantagem é que, nesse caso, os médicos poderão lidar com uma réplica perfeita dos órgãos e tecidos de seus próprios pacientes – com os recursos mais avançados, uma microcâmera pode avaliar o interior de pequenas estruturas e recriá-las em modelo virtual.

Também existem projetos combinando essa tecnologia com a inteligência artificial, que visam realizar exames em massa sem que um médico precise avaliar cada paciente. Eles permitirão identificar problemas com mais agilidade e em grande escala, iniciando tratamentos precoces.

Arquitetura

De forma semelhante à indústria automotiva, o setor de construção é beneficiado pela chance de criar protótipos e testar possibilidades antes de ir à campo.

Com a realidade virtual, arquitetos podem avaliar a iluminação de um futuro prédio ou a interação entre as partes do layout, por exemplo.

Outra vantagem é levar seus clientes para dentro da obra, mesmo que ela ainda não tenha sido realizada, permitindo que eles possam experimentar o espaço, decorá-lo com seus próprios móveis ou considerar uma reforma após a compra.

Vantagens da utilização de RV nas indústrias

Como estes exemplos mostram, a realidade virtual permite cortar gastos com o desenvolvimento de novos produtos, reduzir o tempo dedicado aos mesmos e aperfeiçoar seus processos ou a capacitação dos colaboradores.

São vantagens que podem ser integradas numa estratégia de melhoria contínua através da metodologia Kaizen.

Conclusão

Existem várias formas de adotar a realidade virtual nas indústrias, revolucionando não só a relação com os clientes como também o setor de desenvolvimento, a segurança no trabalho e a capacitação profissional.

Mesmo oferecendo tantas possibilidades, a tecnologia ainda está ganhando corpo, e ainda tem um enorme potencial a ser explorado nos próximos anos!

Esse artigo foi escrito pela AEVO, a maior plataforma de Gestão de Inovação da América Latina.

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:




Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: