Sistema de produção: o que é, como funciona e como implantar

Atualizado em 10/11/20 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Produção

O sistema de produção é um conjunto de elementos, pessoas, máquinas e processos responsáveis por produzir um produto ou serviço. Esses elementos se interligam para alcançarem o objetivo final, que é produzir.

Conforme uma indústria vai crescendo, é necessário adequar e melhorar o seu sistema de produção.

Isso porque o processo vai ficando cada vez mais complexo e para atender bem seus clientes e ainda manter uma boa margem de lucro, é preciso extrair o melhor resultado da sua capacidade produtiva.

Neste artigo vamos ver quais são os tipos de sistemas de produção mais comuns e como você pode melhorar a sua produção colocando eles em prática. Vamos lá!

Tipos de sistema de produção

Antes de começar a implantar ou melhorar o sistema de produção da sua fábrica, é preciso definir qual tipo de sistema de produção é mais adequado para sua empresa.

Esse passo é fundamental para que a sua empresa defina estratégias de melhoria e também possa estruturar melhor os processos.

Então vamos a lista:

Sistema de produção contínua

Esse é o sistema de produção mais clássico da indústria. Sua principal característica é a linha produção em um fluxo contínuo, que busca produzir o maior número de produtos no menor tempo possível, sem interrupções ou pausas.

Nesse tipo de sistema a padronização dos processos de forma detalhada é fundamental para o seu bom desempenho.

Seu uso é indicado para empresas que possuem um fluxo de produtos padronizado e constante, como por exemplo, indústrias automotivas ou de embalagens.

Sistema de produção intermitente

No sistema intermitente a fábrica produz por lotes, seguindo a demanda da previsão de vendas ou por encomendas realizadas por seus clientes.

Esse modelo pode ser usado para produtos únicos, feitos sob encomenda para produtos únicos ou repetitiva em lotes, para produtos diferenciados.

Produção para grandes projetos

O terceiro sistema de produção comum no mercado é a produção para grandes projetos.

Nesse modelo a fábrica deve atender as necessidades específicas dos seus clientes, considerando um início e fim bem marcados.

Normalmente esse modelo de produção possui preços mais altos, já que quase nada é padronizado e o trabalho é feito de forma totalmente personalizada.

Alguns exemplos de setores são a construção civil e a produção de grandes veículos, como aviões e outras máquinas específicas.

Como implementar um sistema de produção na sua fábrica

O primeiro passo para implantar o seu sistema produtivo é mapear as etapas da sua produção para assim entender bem como ela funciona.

A partir desse ponto é necessário dar alguns passos, sendo eles:

Preparar a produção de acordo com o sistema escolhido a ser implementado

  • Montar seus processos para atender os prazos determinados;
  • Definir metas e acompanhar o resultado de cada ciclo de produção;
  • Definir indicadores de desempenho para equipe e máquinas;
  • Treinar a equipe para se adequar ao novo sistema;
  • Integrar as diferentes áreas da empresa em um sistema de gestão integrada;
  • Automatizar o que for possível para gerar dados rápidos e confiáveis da produção;

Para garantir que o seu sistema produtivo esteja rodando bem, é preciso possuir um sistema para o planejamento e controle da produção da fábrica.

Esse tipo de controle pode ser adquirido em sistemas especialistas em indústrias, como o Nomus ERP Industrial.

Nele a sua fábrica pode registrar e controlar tudo relacionado a produção. Como por exemplo, desde a previsão de vendas, compras, requisição de materiais, até a ordem de produção, apontamento e expedição.

Veja também: benefícios de um sistema de gestão integrada

Como aplicar a melhoria continua no seu sistema de produção

Todo sistema produtivo pode ser melhorado através do Lean Manufacturing, ou manufatura enxuta, que já falamos sobre aqui no Blog algumas vezes.

O objetivo desse modelo de pensamento é eliminar qualquer custo desnecessário e prejuízos que a fabrica pode estar sofrendo.

Os problemas mais comuns, são:

  • superprodução;
  • desperdícios no estoque;
  • subutilização de máquinas e mão de obra.

Para colocar em prática, o ideal é a contratação de um especialista em Lean, que pode auxiliar a sua equipe a colocar em prática ferramentas como:

Entenda como funciona um sistema para indústrias

Agora que você já entendeu de forma inicial como funcionam os sistemas produtivos, convido você para assistir uma demonstração do Nomus ERP Industrial.

O sistema é especialista em indústrias e é implantado por engenheiros especializados em gestão industrial.

Essa pode ser a oportunidade que faltava para melhorar a sua produção e reduzir os custos da sua fábrica.

Software ERP Para controle da producao

Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.


Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: