Lean: o que é e como aplicar na sua empresa


Atualizado em 21/05/24 - Escrito por João Pedro na(s) categoria(s): Processos e Organização

Apontamento de produção

O lean é uma metodologia de produção com foco na redução e até erradicação do desperdício na manufatura. Ela foi apresentada após um estudo realizado sobre a Toyota e por isso também tem o nome de Sistema Toyota de Produção.

Esse sistema possui princípios, filosofias e técnicas que estão sempre evoluindo junto com a tecnologia. A descoberta e popularização pelo mundo ocidental, no entanto, aconteceu em 1990, através de um estudo que detalhou o sistema de produção enxuta da Toyota.

Você ainda pode encontrar a metodologia lean com nomes como lean manufacturing, lean production, produção enxuta e outros. Se quiser conhecer melhor a chamada “máquina que mudou o mundo”, leia o artigo abaixo, que contém todas as informações básicas do lean.

Boa leitura!

Confira os tópicos:

Lean: o que é e como aplicar na sua empresa

O que é lean?

Lean (trad. literal “magro”) é uma metodologia de produção cujo foco é reduzir ou eliminar o desperdício enquanto se aumenta ao máximo a produtividade, garantindo lucros cada vez maiores acompanhados de uma crescente satisfação dos clientes.

Ela foi originada na Toyota e popularizada em 1990 através do livro “A máquina que mudou o mundo” (JONES, Daniel, e WOMACK, James), escrito com base em um estudo do MIT que durou 5 anos e custou 5 milhões para entender o futuro do automóvel e da indústria automobilística.

Existem vários conceitos, técnicas e princípios dentro do lean manufacturing e acredito que o mais notável, que ajuda a entender para onde a ideia desse sistema vai, é o kaizen, uma palavra em japonês que significa “mudança para melhor”. A filosofia kaizen busca a melhoria contínua dos processos.

Ainda é possível encontrar o lean com outros nomes, como lean manufacturing e manufatura enxuta. Por fim, existe o lean thinking, que é a forma de pensar sob a perspectiva enxuta.

Como funciona o lean?

O lean funciona através de métodos que buscam reduzir tempo de entrega e custos operacionais, melhorar a qualidade do produto e aumentar a satisfação dos clientes. Para isso, utilizam-se 5 princípios e uma série de ferramentas, filosofia e técnicas (os pilares) que colocam em prática essa ideia. Confira abaixo todas essas informações:

Os 5 princípios do lean

Valor: o primeiro princípio se baseia em identificar qual é o valor que os seus produtos e seus serviços têm sob a perspectiva do cliente, pois isso define o quanto ele está disposto a pagar. Com base nessa informação, a empresa deve eliminar os desperdícios de recursos e diminuir os custos do processo de produção até conseguir precificar suas vendas dentro desse valor enquanto maximiza seu lucro;

Fluxo de valor: o segundo princípio foca em registrar e analisar o fluxo de informações ou materiais necessários na fabricação de um produto ou prestação dos seus serviços, permitindo identificar oportunidades de melhoria e problemas a serem consertados dentro de todo ciclo de vida do produto (da aquisição de matéria-prima ao descarte pós uso da mercadoria). Tem bastante relação com os 3 Ms do Sistema Toyota de Produção: Muda, Mura e Muri.

Fluxo: o terceiro princípio se refere a eliminar barreiras funcionais e identificar maneiras de garantir a entrega dos seus produtos sempre dentro do prazo de entrega, permitindo processos mais tranquilos desde o momento da chegada do pedido até a entrega das mercadorias.

Produção puxada: é o quarto princípio e é também um sistema de produção que consiste em apenas fabricar o que tiver demanda, não com base na previsão, pois a estratégia de antecipação de pedidos de clientes não é tão precisa e pode levar a gastos equivocados com materiais, estoque e armazenamento, além de desgastes desnecessários de mão de obra e máquina.

Perfeição: o quinto e último princípio se refere à busca constante pela perfeição do processo, o kaizen, já mencionado mais acima.

Métodos, técnicas e conceitos – Pilares da Manufatura Lean

Confira alguns dos pilares que sustentam o Sistema Toyota de Produção e que funcionam muito bem para diversas indústrias, sendo replicado por empresas como a própria Toyota, Nike e outras gigantes.

Just in Time

“No momento certo” (trad. do inglês Just in Time) é uma filosofia de manufatura e produção onde a empresa busca produzir exatamente a quantidade necessária para atender à demanda, comprando matéria-prima e entregando o produto sempre no momento exato de uso e entrega. 

Jidoka

O jidoka é um tipo de fiscalização da linha de produção que verifica cada etapa do processo para encontrar prevenir problemas antes que aconteça ou corrigir o quanto antes. Dessa forma, evita-se surpresas no final da esteira, como um lote inteiro fabricado de forma errada, o que leva ao desperdício de recursos.

Kaizen

Uma das filosofias mais importantes do lean – Kaizen – vem do japonês “mudança para melhor” e se refere à filosofia de melhoria contínua, seja em âmbito pessoal, social ou profissional. Ela parte da ideia de que sempre é possível melhorar, implantando melhorias diariamente.

Heijunka

Palavra que significa “nivelamento” em japonês e se trata de um método lean que se baseia em nivelar a produção para que o fluxo do processo atenda melhor às demandas do cliente com o menor desperdício possível de recursos. É uma peça-chave do método lean.

O que é six sigma?

O six sigma, ou seis sigma, é uma metodologia que divide as empresas em 6 níveis de eficiência do fluxo de valor, categorizando conforme sua capacidade de maximizar a produção, evitar desperdícios e aumentar seu lucro.

Sigma é uma letra grega e serve como medida de variações, se referindo, na indústria, à frequência com que uma operação utiliza mais do que os recursos mínimos necessários para satisfazer os clientes.

Aprenda mais neste ebook:

Seis Sigma

História do Lean

O lean production é uma metodologia que se baseia no Sistema Toyota de Produção. Em 1990, Daniel Jones e James Womack publicaram o livro “A máquina que mudou o mundo” baseado em um estudo dos mesmos autores feito no MIT. Essa pesquisa durou 5 anos e 5 milhões de dólares de análise do futuro do automóvel e detalhou o sistema de produção enxuta do toyotismo. 

Como usar lean na sua indústria

O lean precisa ser aplicado através de muito estudo de artigos como este que você está lendo, assim como os que eu indiquei nos tópicos anteriores. Junto a isso, é necessário usar ferramentas apropriadas de controle, com um ERP Industrial, que integra os setores da sua empresa, permite dashboards com qualquer tipo de dados e facilita toda a gestão de chão de fábrica.

Veja como até pequenas indústrias podem aplicar lean manufacturing:

Sistema Toyota de Produção (Toyotismo)

O Sistema Toyota de Produção é a forma que a fábrica da Toyota utiliza para fabricar seus carros e outros produtos. É nele que foi baseada a metodologia lean estudada e publicada por pesquisadores do MIT (veja melhor no tópico História do Lean).

Sua objetividade em tornar a produção enxuta, diminuindo custos e aumentando a satisfação de clientes, tornou a empresa automobilística uma referência industrial.

Benefícios do lean

  • Redução do tempo de entrega
  • Diminuição dos custos operacionais
  • Melhoria na qualidade do produto
  • Aumento da eficiência dos processos internos
  • Eliminação de defeitos e redução do ciclo dos processos
  • Tomadas de decisão mais precisas com base em dados e informações reais
  • Satisfação dos clientes com a qualidade dos produtos ou serviços

Veja também: ERP para manufatura: o que é, quais os melhores e como escolher o seu

Continue aprendendo sobre o sistema de produção lean

O Sistema Toyota de Produção é bastante extenso e cheio de conceitos e detalhes. Eu trouxe acima apenas a ponta desse iceberg de informações. Neste blog, você consegue acesso a diversos conhecimentos sobre esse tópico e muitos outros de grande importância para uma indústria.

Convido você a receber notificações sempre que uma nova publicação for ao ar. Basta se inscrever no blog neste link e eu enviarei diretamente para o seu e-mail avisos quando tiver novos posts. Também, siga nossas redes sociais para conferir pílulas de conhecimento industrial.

Obrigado e vamos em frente!

Programação da produção

Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: