Just in time: significado, conceito e exemplo nas empresas

Atualizado em 8/07/21 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Processos e Organização

Ferramentas de gestão

O Just in Time, ou “no momento certo”, é uma filosofia de manufatura onde a empresa busca produzir na quantidade exata para atender a demanda, comprando matéria prima no momento correto e entregando o produto no prazo estipulado. Evitando estoques em todo o processo produtivo.

A ideia é que a empresa que aplica o Just in Time consiga fazer com que a matéria prima chegue no momento exato em que é necessária. Dessa forma a empresa não fica com estoque parado entre as etapas do processo produtivo e também faz com que os pedido sejam entregues dentro prazo.

O Just in Time faz parte da melhoria contínua e é visada pelas empresas que produzem sob encomenda, onde primeiro o produto é vendido para depois comprar o material necessário para fabricá-lo.

Neste artigo vamos ver mais sobre o Just in Time e como aplicá-lo na sua empresa, vamos lá:

eBook – Just in time PDF

Se você quiser guardar o conteúdo desse artigo em formato PDF em um ebook completo e gratuito, basta clicar na imagem ou botão abaixo:



Surgimento do Just in Time

Após a crise de 1929 ter afetado o sistema de produção fordista, os gestores da Toyota precisavam de um modelo de gestão que reduzisse os estoques e os custos em geral.

Assim surgiu o modelo de fabricar apenas o que o mercado demandava e logo foi utilizado por outras empresas do setor. Dessa forma o Just in Time virou uma filosofia para organizar os materiais, a qualidade, o produto e a equipe da fábrica.

Com isso as fábricas que aplicavam a filosofia poderiam produzir apenas o necessário, na quantidade certa e no momento correto.

O que é Just in Time (conceito)

O Just in Time, como falei anteriormente, é uma filosofia de gestão onde a empresa compra e produz apenas a quantidade exata e no momento certo para atender a demanda dos seus clientes dentro do prazo.

Cada etapa do processo produtivo produz o necessário para que a próxima fase consiga avançar no momento certo.

Ela pode ser aplicada em todas as etapas do processo produtivo para assim diminuir os estoques de toda a linha de produção.

Os elementos básicos que apoiam a filosofia JIT são:

  1. Tempo de preparação
  2. Colaborador multifuncional
  3. Layout
  4. Qualidade
  5. Fornecedores
Fonte: Administração da produção e operações, oitava edição, de Norman Gaither e Greg Frazier.

Como dito pelo engenheiro Celso Monteiro, no artigo Como reduzir custos e aumentar o lucro de uma indústria usando conceitos do just in time, alguns autores relacionam os estoques da fábrica com o nível de água de um rio. Nesse caso as pedras que fazem o nível da água aumentar são os problemas de produção.

O JIT serve para baixar o nível da água do rio e isso revela as pedras, ou problemas, existentes na fábrica.

Objetivos do JIT

Os objetivos primários e principais do JIT são a redução de desperdícios e a redução de custos da empresa.

Ele faz isso forçando a empresa a buscar pela melhoria contínua, reduzindo estoques e identificando problemas na linha de produção.

Segundo o guru do Just in Time, Shigeo Shingo, uma fábrica pode conter 7 tipos de desperdícios, sendo eles:

  1. Superprodução (produção além do necessário)
  2. Espera (espera para entrar no próximo centro de trabalho)
  3. Transporte (manuseio desnecessário de materiais)
  4. Produção desnecessária (produção que não é necessária)
  5. Estoque de trabalho em processo (tempo de preparação elevados)
  6. Movimento e esforço (movimentos de humanos/robôs desnecessários na produção)
  7. Produtos defeituosos (produtos não conformes)

Com isso o gestor deve buscar a melhoria contínua para alcançar:

  1. Zero defeito
  2. Tempo zero de preparação
  3. Estoque zero
  4. Movimentação zero
  5. Quebra zero
  6. Lead time zero
  7. Lote unitário

Como essas metas são basicamente utópicas, o JIT é aplicado como filosofia, já que por mais que a perfeição seja praticamente impossível de se atingir, a empresa deve buscar a melhoria contínua para se aproximar cada vez mais.

Benefícios do Just in Time

Os principais benefícios de trabalhar utilizando a filosofia JIT, são:

  1. Maior giro de estoque
  2. Melhor qualidade dos produtos
  3. Redução de custos
  4. Redução de riscos de manufatura
  5. Redução de estoque (em processo e para produto acabado)

A fábrica trabalha com os produtos na quantidade certa e no momento certo. Os fornecedores entregam em menores quantias, apenas o necessário, mas com uma frequência exata para manter a produção funcionando, otimizando assim o espaço de armazenagem.

Além disso, existem também as melhorias dos problemas encontrados enquanto a sua empresa tenta aplicar o JIT. Ou seja, ao tentar aplicar o JIT é possível identificar e corrigir diversos problemas e melhorias na produção, sendo as pedras no fundo do rio da analogia anterior.

Cuidados ao aplicar o JIT

Vale a pena ressaltar que o gestor que está analisando a filosofia do Just in Time deve levar em consideração que ela não deve ser aplicada em indústrias com pouca previsibilidade de demanda ou que tenha muitas oscilações.

Isso porque existem certos tipos de indústrias que de fato precisam de um estoque disponível e a filosofia JIT pode atrapalhar.

Além disso, é preciso se certificar que os seus fornecedores serão capazes de atender a sua demanda no momento e quantidade certa, para que assim a sua produção não seja paralisada por falta de material.

Software de gestão para auxiliar o Just in Time

Para buscar a melhoria contínua e aplicar a filosofia do JIT, a indústria precisa de um sistema de gestão para indústria capaz de organizar a produção de forma profissional e confiável.

É preciso de um sistema de gestão que seja capaz de planejar as etapas do processo produtivo, gerenciar os materiais e os estoques da produção.

Além disso, é preciso monitorar os resultados em painéis de desempenho para identificar problemas na produção e evitar que eles atrapalhem o desempenho da empresa.

Para isso, recomendo que assista uma demonstração do sistema Nomus ERP Industrial. Trata-se de uma ferramenta capaz de auxiliar a sua empresa a aplicar todos os conceitos do JIT e assim aplicar a melhoria contínua no seu negócio.

Inscreva-se no blog industrial

Agora que você já sabe como o Just in Time funciona e como aplicá-lo, recomendo que se inscreva gratuitamente no blog industrial para receber dicas como essa semanalmente no seu email.

Para se inscrever, acesse:

Além disso, fique a vontade para entrar em contato caso tenha alguma dúvida ou sugestão. Até a próxima! 🙂

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:




Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: