5 princípios do Lean Manufacturing para uma indústria (na prática)

Atualizado em 8/01/20 - Escrito por Rafael Netto na(s) categoria(s): Produção

Seis Sigma

Os princípios do Lean Manufacturing formam uma filosofia de gestão para reduzir desperdícios e ao mesmo tempo entregar maior valor agregado ao cliente e otimizar processos.

O sistema também é conhecido como sistema Enxuto de Manufatura ou ainda sistema Toyota de Produção, já que foi desenvolvido pela empresa na década de 1950.

O Lean Manufacturing ascendeu na indústria automobilística mas hoje é aplicada por todos os tipos de indústrias e até mesmo escritórios, hospitais etc.

A metodologia não deve ser confundida com conceitos como Just in Time, ou ferramentas como Kaizen e kanban. Na verdade o Lean Manufacturing aplica estas ferramentas colocando o cliente em primeiro lugar, buscando a melhoria contínua, entregando o maior valor possível com o menor desperdício possível, seja de recurso ou tempo.

Neste artigo vou listar e mostrar como você e sua indústria podem colocar em prática e se beneficiar dos princípios do Lean Manufacturing na prática.

Princípios do Lean Manufacturing

Princípios do Lean Manufacturing para uma indústria

Além do artigo, recomendo também que assista esse vídeo dos nossos parceiros da Voitto com uma explicação dos 5 princípios do Lean Manufacturing, que são além disso, princípios de gestão como um todo:

Outro vídeo interessante que mostra claramente como os princípios do Lean Manufacturing funcionam (em inglês):

Vamos agora a lista e como sua indústria pode se beneficiar dos princípios do Lean Manufacturing:

1. Valor: especificar valor sob a ótica do cliente

Apesar de você fabricar o produto, quem determinará o verdadeiro valor é o cliente. É preciso escutar o cliente para saber qual valor satisfazer.

Ou seja, o objetivo do primeiro item da lista dos princípios do lean manufacturing é eliminar todas as atividades desnecessárias, que não geram valor para o cliente, e focar nas atividades que agregam valor para o cliente.

Quando você sabe o que o cliente está disposto a pagar, pode promover mudanças como:

  • Cliente está disposto a pagar e é necessário para o produto – OK
  • Cliente não está disposto a pagar mas é necessário para o produto – OK
  • Cliente não está disposto a pagar e não é necessário para o produto – Eliminar

Se você conversar com o seu cliente e entender suas dores, poderá focar no que realmente importa e entregar produtos que o cliente dará mais valor e estará disposto a pagar mais por isso.

2. Fluxo de valor: alinhar na melhor sequência as atividades que criam valor

Aqui é onde entra o mapeamento do fluxo de valor para organizar e priorizar suas atividades.

Os fluxos de valor são basicamente as atividades necessárias para a fabricação dos seus produtos e fazem parte dos princípios do Lean Manufacturing.

As vantagens de realizar um mapeamento do fluxo de valor são muitas, como por exemplo:

  • Visualização do fluxo como um todo
  • Identificação de fontes de desperdício
  • Facilita a tomada de decisão
  • Simplifica o processo
  • Cria base para uma implementação enxuta
  • Demonstra a ligação do Fluxo de Informação com o Fluxo de Material

3. Fluxo Contínuo: realizar essas atividades sem interrupção

O terceiro item da lista de princípios do Lean Manufacturing trata de otimizar o fluxo produtivo para realizar as tarefas sem interrupção.

Ou seja, o objetivo aqui é simplificar e melhorar processos complicados e cheios de interrupções, como o vai, volta, para, espera, vai… Enfim, o famoso “vai e vem”.

Com um fluxo contínuo você terá uma produção mais rápida, com menos esperas e com menor nível de estoques.

Baixe o [eBook] Layout Industrial – O guia completo para melhorar o layout da sua fábrica

4. Produção Puxada: sempre que alguém as solicita

A ideia da produção puxada é fabricar algo apenas quando solicitado, ou seja, ao invés de fabricar sem controle e deixar a responsabilidade no setor de vendas e marketing, sua equipe irá produzir apenas o necessário pelo cliente.

A produção puxada é o oposto da produção empurrada e, quando bem implantada, gera uma redução drástica dos níveis de estoque de produtos acabados, produtos em processo e matérias primas.

O objetivo é eliminar a produção em excesso e focar na real necessidade dos clientes.

5. Perfeição: de maneira cada vez mais eficaz

Para fechar os princípios do Lean Manufacturing, chegou a vez da melhoria contínua.

O objetivo de uma indústria que segue a mentalidade enxuta deve ser a busca pela melhoria contínua, ou seja, visando a perfeição. Sempre há o que melhorar.

Isso deve servir de norte para todas as áreas da empresa, para que tenha produtos de qualidade cada vez melhores, com menor custo, maior valor agregado e que tornem sua empresa uma referência do mercado.

Aprenda ainda mais sobre Lean Manufacturing

Como você viu, os princípios do Lean Manufacturing são focados em evitar e reduzir desperdícios em sua indústria enquanto busca melhorar processos continuamente.

Esse artigo é introdutório e se você tem interesse em conhecer mais sobre o Lean Manufacturing, recomendo que faça o seguinte:

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:


Líder Executivo e fundador da Nomus