10 tarefas que definem a função do Gerente de Projetos em uma indústria

Atualizado em 15/02/19 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Processos e Organização

Gestão de processos

Para ser um gerente de projetos de sucesso, o profissional precisa superar diversos desafios, desde o orçamento do projeto até seus riscos.

Alguns desses desafios e tarefas, são:

  • Gestão do orçamento e comunicação do projeto
  • Gestão da equipe
  • Gestão dos Stakeholders
  • Gestão dos ricos
  • Gestão do escopo
  • Trabalhar com recursos alocados de forma ineficiente
  • Gerenciar o portfólio de projetos da empresa
  • Seguir e colocar em prática as áreas de conhecimento do PMBOK

Esse não é um trabalho fácil e por isso nesse artigo vamos detalhar algumas das tarefas, habilidades e características necessárias para se tornar um gerente de projetos de sucesso. Confira a lista:

gerente de projetos

1. Gerir as integrações dos projetos

O primeiro passo é identificar e gerir o portfólio de projetos da indústria que for atuar.

Com essas informações levantadas, o gestor de projetos começa a planejar suas tarefas para tirar as ideias do papel e montar um projeto de sucesso.

A gestão de integração do projeto é o principal esqueleto da iniciativa e seu objetivo é manter todo o projeto organizado e bem executado.

Algumas tarefas dessa área são:

  • Desenvolvimento do TAP (Termo de Abertura de Projeto)
  • Desenvolvimento do Plano de Gerenciamento
  • Gerenciamento da execução
  • Monitoramento do trabalho do Projeto
  • Encerramento

Veja também:

2. Gerir os escopos dos projetos

Essa etapa tem como objetivo definir o escopo do projeto, gerir esse escopo, definir os requerimentos, criar uma estrutura analítica e as linhas de base do projeto.

O objetivo dessa etapa é garantir que o projeto irá incluir todos os passos necessários para ser concluído com sucesso.

Veja também:

3. Gerir o tempo dos projetos

Dando sequência as atividades do gerente de projetos, agora chegou a hora de fazer a gestão do tempo do projeto.

Nessa etapa é preciso estimar o tempo de cada tarefa usando ferramentas de gestão do tempo.

O objetivo é garantir que as tarefas do projeto serão concluídas no prazo e auxiliar eventuais atividades que tenham problema com tempo.

Veja também:

4. Gerir os custos dos projetos

Nessa etapa o gerente de projetos deve estimar os custos do projeto e assim estipular um orçamento para a iniciativa.

Durante essa etapa também engloba os passos de controlar, planejar, orçar, financiar e estimar gastos do projeto.

O objetivo principal dessa etapa é garantir que o projeto será concluído com o orçamento previsto e mantendo os gastos sob controle.

5. Gerir a qualidade dos projetos

Nesta etapa o gerente de projetos deve implementar sistemas de gestão da qualidade, aliados a conceitos de melhoria contínua e assim garantir que o projeto terá a qualidade monitorada e melhorada.

O objetivo aqui é monitorar e auditar os padrões de qualidade para garantir que estão dentro dos padrões estabelecidos e corrigir eventuais problemas.

Veja também:

6. Gerir as equipes dos projetos (RH)

Outra atividade do gerente de projetos é determinar como o RH do projeto será realizado. Isso também vale para a própria liderança da equipe do projeto.

O objetivo dessa etapa é determinar as pessoas responsáveis por cada etapa do projeto, quais habilidades necessárias para cada cargo, desenvolvimento das competências e para fechar, o acompanhamento dos colaboradores durante a realização do projeto.

7. Gerir a comunicação dos projetos

Aqui o gerente de projetos precisa planejar a comunicação do projeto e garantir que ela esteja feita de forma eficaz. Ou seja, que as informações estejam sendo coletadas, armazenadas e distribuídas da forma correta.

É preciso entregar a informação certa, no momento certo e para as pessoas certas, da forma que foi combinado durante o planejamento da comunicação do projeto.

O objetivo é gerir completamente a comunicação do projeto, incluindo o planejamento, a coleta de informações, a distribuição e armazenamento.

8. Realizar a gestão de riscos dos projetos

Aqui é onde o gerente de projetos precisa realizar toda a gestão de riscos dos projetos em que for trabalhar.

É preciso identificar, planejar, avaliar e controlar os riscos que estão envolvidos no projeto.

O objetivo dessa etapa é evitar ou pelo menos diminuir a chance de riscos negativos afetarem o desenvolvimento do projeto.

Por outro lado, visa também aumentar a chance de acontecerem riscos de oportunidade, também conhecidos como riscos positivos.

9. Gerir as aquisições dos Projetos

Aqui o gerente de projetos precisa fazer a gestão de recursos externos a equipe do projeto que serão adquiridos para ajudar auxiliar o trabalho.

O gestor precisa definir o que precisará comprar ou contratar para concluir o projeto, como por exemplo: consultorias, produtos, ativos, entre outros serviços.

O objetivo é organizar as compras, avaliar fornecedores, gerenciar contratos, relacionamentos e corrigir o que estiver com problema.

10. gerir os Stakeholders (interessados)

Para fechar a lista, o gerente de projetos precisa também gerir os interessados no projeto, ou stakeholders.

Aqui é preciso levantar quem são as pessoas ou empresas que tem interesse no projeto ou que podem ser afetadas por ele.

Aqui ambos os afetados positivamente quanto os afetados negativamente devem ser levados em conta. Eles também podem ser da própria empresa ou externos.

O objetivo é engajar os interessados no projeto, analisar os possíveis impactos e manter a comunicação clara.

Vantagens de usar um software para gerenciar projetos

O gerente de projetos deve aproveitar toda ajuda que conseguir. Para otimizar seu trabalho, o ideal é usar uma ferramenta capaz de auxiliar as etapas do projeto.

Caso você ainda não utilize um software para gestão de projetos, recomendo que conheça o Nomus ERP Industrial.

Aqui estão alguns benefícios da ferramenta:

  • Saiba como foi a interação da sua equipe na execução de projetos.
  • Aumente a colaboração e produtividade da sua equipe na execução de projetos.
  • Acompanhe o custo orçado vs efetivo de projetos e evite projetos deficitários.
  • Acompanhe a evolução de seus projetos e evite atrasos.

Recomendo que assista uma demonstração da ferramenta e veja na prática como funciona.

Até a próxima!

Software ERP Para controle da producao

Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.



Receba no seu email.

Os melhores artigos, ebooks e planilhas de gestão da produção industrial, gratuitamente, no seu email.



Software ERP para sua indústria: Nomus ERP


Junte-se a 47.312 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam

Read previous post:
Como criar indicadores de desempenho
Como criar indicadores de desempenho eficazes usando 6 passos importantes

Medir o desempenho é fundamental para gerenciar qualquer atividade. É por isso que é importante saber como criar indicadores de...

Close