Como melhorar o controle financeiro da sua fábrica

Atualizado em 15/10/20 - Escrito por Jefferson Barbosa na(s) categoria(s): Custos e Finanças

Gestão financeira

Todas as empresas independente da sua área de atuação necessitam de um rígido controle financeiro.

O controle financeiro mostra ser a principal maneira de evitar prejuízos visto que todos os departamentos passam necessariamente pelo financeiro da empresa.

Seja no momento de compra ou investimentos onde deve-se evitar excessos desnecessários e procurar sempre a melhor negociação com fornecedores, como também no momento de receber o produto vendido.

Sendo bem precificado valor de venda e o prazo estipulado de recebimento. E principalmente o acompanhamento destes recebimentos afim de não gerar prejuízo ao fluxo da empresa.

Para que o procedimento de controlar financeiramente a empresa é necessário algumas ferramentas de controle, de preferência um Sistema de Gestão Financeira que proporcione estes controles.

Controle financeiro

5 aspectos da gestão financeira para um bom controle financeiro

Controle de caixa

O controle de caixa é primordial. Este é o controle onde se registra as entradas e saídas de recursos da empresa. E onde mapeamos a origem e o destino do dinheiro.

Lembrando que esta não é a melhor maneira de trabalhar os recursos da empresa.

Oriento sempre que a movimentação seja feita através de conta bancaria onde é possível com 100% de certeza rastrear toda a movimentação financeira da empresa.

Veja também: [Planilha] Controle de fluxo de caixa para indústrias

Controle de Banco

Como mencionei acima, esta é a forma correta de ter um controle financeiro.

É importante ressaltar que é necessária uma conciliação com seu fluxo de caixa.

O saldo da conta corrente deve estar sempre batendo com o fluxo de caixa.

Fluxo de caixa - controle financeiro
Exemplo de fluxo de caixa no software Nomus ERP industrial

Controle de Contas a Pagar e Contas a Receber

Este controle proporciona uma etapa muito importante da Gestão financeira da empresa que se trata do Planejamento Financeiro.

Estes controles mostram ao empresário suas contas a receber, o que esta para entrar, quais clientes estão atrasados e assim pode programar seu fluxo para os compromissos da empresa.

Veja também: 5 dicas para a gestão de contas a receber de uma fábrica

Fluxo de Caixa

Este e o controle que tem que estar mais em dia com todas as informações lançadas pois e a partir destas informações que todo o planejamento da empresa começa. E no fluxo de caixa que todas (todas mesmo) as informações devem estar lançadas.

Pois e através do fluxo que fazemos nossa conciliação com a conta do banco e temos a real certeza dos números que a empresa está gerando. E aqui que sabemos se a operação gera lucro ou prejuízo.

Gestão dos custos da empresa

Todas as empresas possuem gastos onde independentemente da operação, seja ela comercio indústria ou varejo, são separadas por custo variável e despesa fixa.

A separação e a analise se faz necessária para gerar os números necessários para um gerenciamento financeiro mais eficaz com o intuito de apurar a correta lucratividade da operação.

Veja também: Você sabe o que são custos fixos, variáveis, diretos e indiretos?

Custo variável

São os custos que envolvem a operação da empresa e são geradas conforme sua demanda. Pois envolvem custos de fornecedor, impostos, comissões de venda, custos financeiros com emissão de boleto ao cliente ou juros da maquineta de cartão.

Veja como encontrar fornecedores ideais para sua indústria e reduzir esse custo.

Despesa Fixa

São as despesas que independentemente da operação estarão presentes mensalmente, ou seja, elas não dependem de vendas.

Alguns exemplos são: aluguel, condomínio, contador, folha de pagamento, água, luz, telefone, entre várias outras.

É importante controlar todas estas informações dentro de um sistema de gestão eficaz, assim como um trabalho de gerenciamento também eficaz.

De nada adianta ter o melhor sistema ou ERP de gerenciamento se não houver o comprometimento de todos os envolvidos.

A sua equipe deve então realizar uma análise econômica da empresa e apurar o lucro operacional por períodos.

E através destes períodos que conseguimos gerir, com controle, as necessidades da empresa.

Custos industriais

Margem de contribuição

O acompanhamento nos resultados das vendas com um controle rígido dos custos variáveis podemos ter a primeira análise que é a Margem de Contribuição.

Margem de contribuição podemos dizer que se trata do Lucro Operacional.

Ela é importante para entender se a operação unicamente gera lucro, ou seja, se o valor de venda frente a seus custos variáveis (lembrando de lançar todos os custos) geram lucro suficiente para a continuidade das atividades da empresa.

Lembre-se que é deste lucro operacional que vai ser pago todos os custos fixos da empresa, inclusive o Pró-Labore dos sócios, os investimentos, as possíveis saídas não operacionais e por fim gerar lucro.

Ponto de equilíbrio

A outra analise tão importante quanto a Margem de Contribuição é o Ponto de Equilíbrio.

Esta análise nos mostra qual é a real necessidade de faturamento (venda) para cobrirmos todos os custos e despesas da empresa. Não gerar lucro mas também não gerar prejuízo.

É muito importante entender que o Ponto de Equilíbrio depende de valor de venda e de quantidade a ser vendida.

Além destas informações e destas análises existem várias outras que complementam tudo o que estamos falando sobre Controle e Gestão Financeira.

O ponto de partida e um sistema de gestão e o entendimento da necessidade do controle e daí por diante a clareza das informações e a gestão da empresa ficam mais fáceis.

Veja: Como organizar as finanças de uma pequena indústria

Conheça a OIKOS

Convido você a conhecer a empresa onde atuo, a OIKOS Consultoria Empresarial, especializada em Gestão Financeira e Gestão e Planejamento Estratégico. Nosso trabalho e Transformação a Gestão Financeira das empresas, através de um trabalho eficaz com soluções de fácil acesso.

Me encontre nos links:

Conheça também o Nomus ERP Industrial

O Nomus ERP Industrial é um sistema de gestão especializado em pequenas e médias indústrias e possui um módulo erp completo para o controle financeiro.

Veja uma demonstração do Nomus ERP Industrial e entenda como funciona.

Software ERP para controle financeiro

Compartilhe esta matéria:


Tags:


Administrador de Empresas com especialização em Finanças e Planejamento Estratégico, nas duas últimas décadas desenvolveu sua carreira nos principais conglomerados financeiros mundiais trabalhando com empresas de pequeno e médio porte, atuando na área Financeira / Administrativa, focado na melhoria contínua, com o objetivo voltado sempre para o resultados.


Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: