Falta de estoque de matéria-prima: “Compro menos materiais do que o necessário” e agora?

Atualizado em 12/02/20 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Logística / Processos e Organização

Vamos dar sequência, falando das dores que estão no grupo das dores relacionadas ao tratamento: Planejamento da produção e compras, com geração de ordens de produção e MRP. Nos vídeos anteriores falamos sobre problema de estoque, na falta de estoque de produtos acabados. Essa falta pode ter duas causas: posso fabricar menos que a quantidade necessária e fabricar os produtos após o momento correto, ou seja, com atraso. Independente da causa, isso vai acarretar na falta de estoque de produto acabado.

Falta de estoque de matéria-prima

Agora falamos da falta de estoque de matéria prima. Nesse artigo vamos trabalhar em cima da causa: compro menos materiais do que o necessário. Ou seja, precisaria comprar dez e comprei cinco, por exemplo, desta forma faltará o estoque de produto acabado.

Lembrando, que o objetivo da série Dores da Indústria, é mostrar pra você uma forma de calcular qual impacto financeiro, que sua indústria tem, quando você sofre com essas dores. Ou seja, se você compra menos material do que o necessário, qual vai ser o impacto financeiro que isso vai causar na sua indústria?

Por exemplo, você me diz que produziu e chegou ao almoxarifado para pedir material e não tinha, faltando a matéria prima. Esse é um problema. Com esse problema você precisa dimensioná-lo financeiramente. A partir do momento, que você tem a dimensão financeira, que essa dor está causando para sua indústria, você vai criar um senso de urgência maior no tratamento dessa dor. Se você acredita que trata-se apenas de um problema, você pode se acostumar com a situação e deixar para resolver depois e acaba sem resolver o problema. eu quero mostrar que isso pode se tornar um problema sério e a partir daí criar esse senso de urgência para resolver o problema. Perdendo dinheiro e tendo algum mecanismo para reverter essa situação, devemos usá-lo, certo?

Quando compramos menos material do que o necessário, consequentemente temos falta de estoque de matéria prima, o que isso pode acarretar para a indústria, em termos de perda financeira? Vamos a um problema, que gosto de citar. Se eu compro menos materiais do que o necessário e consequentemente, no meio da produção, não tenho material para colocar em máquina, minha máquina vai ficar parada. Com ela parada por falta de matéria, pode gerar uma perda financeira muito grande.

Simplificando

Gostaria que você pensasse com mais detalhes. Existem algumas teorias por trás da utilização da capacidade e a gestão da utilização da capacidade. Na Teoria das restrições, por exemplo, você pode dizer: “se a máquina não for o gargalo e ela ficar parada por falta de material não tem problema”. Então vamos supor, que a sua máquina gera de faturamento R$100/hora, para sua empresa.

Como é possível medir isso?

Pegando o faturamento que a empresa gerou no mês (por exemplo R$100 mil), as máquinas trabalharam mil horas por mês, então temos um faturamento de R$100/hora, sendo o mesmo de prejuízo.

Levando em conta que estamos falando do gargalo e devemos considerar apenas as máquinas que forem gargalo, dessa forma seriam 500 horas/mês, assim o faturamento por hora irá dobrar, indo para R$200. Simplificando, a perda é de R$100/hora de máquina parada. Assim, se você não consegue ter essa medida, por não ter um Sistema de Gestão, pode ser feito uma estimativa. Por exemplo, acreditando que, por falta de material, sua empresa fica cerca de 10 horas/mês de máquina parada, a cada dois dias seria uma hora de máquina parada. Em 20 dias úteis por mês, em 10 dias temos uma hora de máquina parada, por não ter matéria prima para entrar em máquina, perdendo R$1000/mês. Isso se dá por não ter estoque de matéria prima e por comprar menos materiais do que o necessário.

Mapa mental

No mapa mental podemos ver, que podemos “abrir” o Dores da Indústria, como se fosse uma relação de causa e efeito. Desta forma, dentro do grupo de Planejamento da produção e compras, com geração de ordens de produção e MRP, temos a falta de estoque de matéria prima e uma das causas desse problema é comprar menos materiais do que o necessário. Quando você compra menos materiais do que o necessário e uma máquina fica parada na produção, você acaba perdendo dinheiro, por ter uma máquina parada por falta de material no estoque (em diferentes tipos de estoque).

Não esqueça de levar esse conceito para a realidade da sua indústria

Ressalto a importância de anotar ou utilizar o bloco de notas, o que for mais fácil para você, para acompanhar a realidade da sua indústria. Quantas horas você tem por mês? Quantas horas suas máquinas ficam paradas por não ter materiais no estoque? A partir daí podemos fazer várias contas para chegar em um número financeiro e medir essa dor, o tamanho do problema. Pode ser que seja R$100, assim como no exemplo que usamos, ou até muito mais do que isso. Então, vamos implementar esse tratamento, fazer planejamento de produção e compras, gerar ordens de produção, rodar o MRP, para ter um estoque mais equilibrado, evitando esse problema de falta e também o de excesso.


Compartilhe esta matéria:


Tags: ,


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.