Matriz QFD: o que é, como funciona e como aplicar na sua indústria

Atualizado em 15/06/21 - Escrito por Adriana Mariano na(s) categoria(s): Processos e Organização

Ferramentas de gestão

Matriz QFD (Quality Function Deployment), que significa Desdobramento da Função Qualidade, é um método que busca garantir a qualidade durante o processo de desenvolvimento de produtos e serviços.

Em primeiro lugar, esse método consiste em ouvir a voz do cliente para desenvolver produtos ou serviços por meio de diversos fatores como funções do produto, qualidade, processos, entre outros.

Assim, vamos aprender um pouco mais sobre essa ferramenta que auxilia diversas empresas na área de desenvolvimento. Confira os principais tópicos abordados neste artigo:

  • O que é a Matriz QFD?
  • Quais benefícios da Matriz QFD?
  • Como funciona a Matriz QFD?
  • Como implantar a matriz QFD?

Então, vamos começar?

O que é a Matriz QFD?

Como disse anteriormente, o Desdobramento da Função Qualidade(Quality Function Deployment – QFD), popularmente conhecido como a casa da qualidade, é um método que visa garantir a qualidade no desenvolvimento de produtos e serviços desde as fases iniciais do projeto.

A matriz QFD foi criada na década de 60 pelo japonês Yoji Akao, mas ganhou grande  popularidade quando chegou aos EUA na década de 80. Desde então, diversas empresas buscam implementar esse método a fim de atender melhor seus clientes.

Dessa forma, o principal objetivo da matriz QFD é tentar assegurar que o projeto final de um produto ou serviço atenda  às exigências dos clientes por meio de características mensuráveis.

Quais benefícios da Matriz QFD?

A matriz QFD pode trazer grandes benefícios para sua empresa. Por isso, listamos os principais benefícios para você analisar se vale a pena implementar esse método, que são:

  • Melhoria do relacionamento entres as áreas;
  • Diminuição no número de modificações de projetos;
  • Redução do tempo de desenvolvimento;
  • Redução de reclamações, custos e perdas;
  • Identificação dos gargalos de engenharia;
  • Aumento da satisfação dos clientes;
  • Construção de base de dados com a documentação gerada pelo QFD;
  • Fortalecimento da prática da engenharia simultânea.

Outro benefício que vale a pena ressaltar é que, o QFD pode ajudar na identificação de oportunidades no mercado consumidor, descobrindo lacunas existentes ou que ainda não foram bem exploradas.

Como funciona a Matriz QFD?

A casa da qualidade, busca representar a maneira como os consumidores veem os produtos que estão no mercado e os aspectos que podem ser melhorados. 

Neste tópico, vamos aprender o passo a passo para construir a casa da qualidade, que é composta por 7 partes: Requisitos dos clientes, importância, Benchmark competitivo, Requisitos dos produtos, matriz de relacionamentos, qualificação dos requisitos do produto e matriz de correlação.

  1. Requisitos dos clientes

O primeiro passo é definir os requisitos que os clientes consideram mais importantes para determinado produto a fim de tornar sua experiência o mais satisfatória possível.

Para isso, a equipe de desenvolvimento deve pensar o que o cliente espera e qual o grau de importância é dado para cada requisito.

Logo, para realizar essa análise é necessário fazer uma pesquisa para determinar a ordem de importância dos requisitos de acordo com a preferência do cliente.

  1. Importância

Após definir os requisitos do produto, é necessário classificá-los de acordo com o grau de importância, sempre levando em conta a opinião do cliente. Por exemplo, ao comprar um carro o cliente pode considerar o preço mais importante do que o modelo.

  1.  Benchmark competitivo

Nesta etapa, devem ser realizados benchmarking com dois ou três concorrentes a fim de identificar o desempenho dos produtos sob a perspectiva do cliente. Além disso, o objetivo desta etapa é avaliar se os requisitos dos clientes são atendidos nos produtos concorrentes.

  1. Requisito dos produtos

Agora que você já avaliou os requisitos dos clientes e comparou os concorrentes. O próximo passo é identificar os requisitos do produto a ser elaborado, ou seja, quais são as especificações/características deste produto.

  1. Matriz de Relacionamentos

A matriz de relacionamentos é responsável por avaliar as relações entre os requisitos que agregam valor ao cliente e os requisitos técnicos do produto. Assim, é possível analisar quais requisitos do projeto tem mais relação com o que o cliente espera.

  1. Qualificação dos requisitos do produto

A qualificação dos requisitos do produto nada mais é do que quantificar os requisitos do produto, analisando a intensidade e importância de cada um deles.

  1. Matriz de Correlação

A Matriz de Correlação é conhecida como o teto da casa da qualidade, pois nela são feitas as correlações entre os próprios requisitos do projeto.

Figura 1: Matriz QFD

Como implantar a matriz QFD?

Para sua implantação ser bem sucedida, é essencial ficar atento a alguns aspectos importantes, que são:

Ter apoio da alta gerência: Antes de iniciar o projeto é importante ter o apoio dos gestores, já que eles são os responsáveis pela tomada de decisão. O apoio deles facilitará a implantação da matriz QFD.

Analisar e interpretar as informações e resultados adequadamente: Após recolher todos os dados necessários, é importante organizá-los a fim de extrair informações consistentes.

Conduzir a pesquisa de mercado eficaz: Saber escolher as perguntas que farão parte da pesquisa de mercado é essencial para o desenvolvimento do projeto.

Proporcionar um treinamento adequado: Um dos maiores erros cometidos na implantação do QFD é a inexistência ou um treinamento mal feito. Dessa forma, é essencial que seja realizado um treinamento para todas as pessoas envolvidas na implantação para evitar erros e retrabalhos.

Agora que você aprendeu a como implementar a matriz QFD, verifique se faz sentido para sua realidade e comece a colocar em prática na sua indústria. Assim,  a empresa terá produtos que cada vez mais agregam valor aos seus clientes.

Siga a Nomus para mais dicas

Agora que você já sabe mais sobre a Matriz QFD, recomendo que acompanhe a Nomus nas suas redes favoritas e não perca os próximos conteúdos. Confira:

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:




Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: