Custos de produção: exemplos, classificação e como gerenciar com um sistema de gestão


Atualizado em 8/02/24 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Processos e Organização / Produção

Planilha formação de preço de venda

Custos de produção são todos os custos, fixos ou variáveis, para fabricar um produto ou prestar um serviço.

Conhecer esses custos é fundamental para realizar um bom planejamento financeiro e deixar a operação da empresa funcionando de forma sadia e competitiva, com uma margem de lucro adequada aos objetivos do negócio.

Pensando nisso, montamos esse artigo completo onde você irá ver:

  • O que são os custos de produção de uma empresa;
  • Qual a importância desses custos;
  • Como calcular os custos de produção;
  • Como gerenciar os custos de produção de uma fábrica com um sistema de gestão.

Ao terminar de ler esse artigo você poderá levar melhorias para o seu negócio, como:

  • Entender os custos da sua empresa e qual sua margem de lucro atual;
  • Melhorar a formação de preço de venda na sua empresa e sua saúde financeira;
  • Identificar pontos de melhoria na lucratividade do seu negócio.

Então venha comigo e vamos entender mais sobre esse importante aspecto da gestão de uma empresa:

O que são os custos de produção de uma empresa?

Como falei anteriormente, os custos de produção são todos os custos que uma empresa tem, sejam eles diretos ou indiretos, para fabricar determinado produto ou ainda prestar um serviço.

Esses custos podem ser tanto os custos fixos de produção quanto os variáveis, que dependem da quantidade de pedidos ou das características do produto ou serviço.

Os itens normalmente considerados nos custos de produção, são:

  • Matéria-prima;
  • remuneração da equipe;
  • manutenção e operação de maquinário;
  • logística;
  • aluguel do galpão onde a fábrica funciona;
  • entre outros.

Esses custos de produção são a base mais importante na hora de formar o preço de venda dos produtos e serviços de uma empresa.

Vale ressaltar que há diferenças entre custos, despesas e gastos, sendo elas:

  • Custos de produção: todos os custos fixos ou variáveis que estão relacionados a produção de determinado produto ou serviço;
  • Despesas: valores destinados a despesas necessárias para a empresa mas que não estão ligadas a produção, como o salário da equipe administrativa, financeira, marketing etc;
  • Gastos: aqui entram os valores que não estavam previstos, ou seja, custos de manutenção corretiva, pedidos adicionais a fornecedores, entre outros.

Além disso, os custos de produção normalmente são observados de duas formas:

  • Custos a priori: são estimados antes da produção ser realizada;
  • Custos a posteriori: são obtidos após a produção ter sido feita e registrada.

Qual a importância de conhecer os custos de produção da sua fábrica

Existe um ditado famoso que diz que o que não é medido, não pode ser gerenciado. Então para uma empresa melhorar seus processos, reduzir custos e se tornar mais competitiva, ela precisa conhecer bem sua própria realidade.

Não é tão incomum vermos empresas que vendem bastante, produzem a todo vapor, e no final do período o lucro simplesmente não vem. Muitas vezes essas empresas acabam vendendo produtos com preço de venda abaixo do ideal e assim acabam gerando prejuízo a cada venda.

Sendo assim, a importância de conhecer esses custos é para que a sua empresa consiga determinar corretamente o preço de vendas dos produtos e também consiga enxergar oportunidades de melhorias no processo.

Sem esse controle a empresa corre um grande risco de acabar com uma margem de lucro muito baixa ou preços muito altos, que acabam dando vantagem aos concorrentes.

Como calcular os custos de produção de uma empresa

Para que você entenda melhor como é feito o cálculo dos custos de produção de uma fábrica, é necessário que entenda bem a diferença entre os custos fixos e variáveis.

Além disso, vale ressaltar que os exemplos aqui mostrados são apenas ilustrativos e o ideal é que a sua empresa busque ajuda de um especialista para calcular corretamente os custos de produção do seu negócio.

Exemplo de custos de produção

Vamos imaginar que Vilma possui uma pequena produção de bolos para festas.

Custos fixos

Ela paga R$1100 de aluguel em uma sala onde acontece a produção e estoque dos seus bolos, além disso ela gasta R$200 mensais com a manutenção de formas e outros itens da produção. Totalizando R$1300 em custos fixos.

Esses custos permanecem inalterados independente da quantidade de itens fabricados. Sendo assim, quanto mais bolos Vilma produzir, menor será o custo fixo por produto.

Custos variáveis

Para fabricar os bolos Vilma precisa comprar matéria-prima, como farinha, açúcar, ovos, fermento etc, além disso, é preciso comprar o gás para manter o fogo aceso. Como são bolos para festas, Vilma gasta R$20 em custos variáveis para fabricar cada bolo.

Custos totais e ponto de equilíbrio

Vilma atualmente vende seus bolos por R$150, sendo assim, há uma margem de lucro de R$130 por cada bolo vendido. Como os custos fixos de Vilma são R$1300, ela precisa vender pelo menos10 bolos para alcançar o ponto de equilíbrio, onde a sua produção pagou os custos fixos da empresa.

Cálculo dos custos de produção

Então para calcular os custos de produção da sua empresa, o mais comum é utilizar a formula que soma todos os custos demonstrados nesse artigo.

Matéria-prima + mão de obra + custos fixos (aluguel, manutenção etc) e variáveis = Custos de produção

Então se Vilma gasta R$2000 de matéria-prima e outros custos variáveis, R$1100 de aluguel, R$200 de manutenções e gastos extras, R$1500 de salário para um funcionário, seu custo total de produção no mês é de: R$4800

Cálculo de custos de produção unitária

Já com o custo total da produção em mãos, Vilma poderia saber o custo de produção unitário dos seus bolos ao dividir esse valor R$4800, pela quantidade de bolos fabricados, que foram 100. Sendo assim, R$4800 ÷ 100, seu custo de produção unitário é de R$48.

Planilha formação de preço de venda

Como gerenciar seus processos com um sistema de custos de produção

Na hora de gerenciar a sua empresa, o ideal é que sua equipe utilize um sistema de custos de produção, capaz de realizar os cálculos de forma segura, parametrizada e automatizada.

Existem sistemas ERP capazes de ir a fundo nesse tema, como é o caso do Nomus ERP Industrial, que possui um módulo inteiro focado na gestão de custos.

Principais benefícios de gerenciar sua empresa com um sistema de custos de produção

Antes de listar as funcionalidades do sistema, irei citar aqui algumas das principais vantagens em controlar a gestão de custos da sua empresa com um sistema como esse. Confira:

  • Identificar oportunidades de reduzir custos;
  • Entender se a terceirização de parte da produção pode ser vantajosa ou não;
  • Projetar melhores produtos utilizando o custeio alvo e considerando o preço de mercado;
  • Aumente a produtividade da sua empresa com tabelas de preços geradas automaticamente;
  • Aumentar a lucratividade da empresa através de produtos mais otimizados;
  • Identifique quais são seus clientes mais lucrativos e deficitários;
  • Forme preços de venda com inteligência, evitando os 2 principais problemas na hora de formar o preço:
    • Vender produtos baratos demais e ter prejuízo
    • Vender produtos caros demais e perder vendas
  • Por fim, facilite a gestão e o controle da escrituração contábil da sua empresa através de relatórios precisos dos custos de produção.

Para você ter uma ideia de como um sistema de custos de produção funciona, irei listar aqui algumas funcionalidades disponíveis no sistema. Veja:

Calcular o custo padrão do produto

Com o sistema é possível calcular o custo padrão de todos os produtos considerando custo de matéria prima, mão de obra direta e custos indiretos de fabricação.

Custo padrão integrado ao roteiro de fabricação e a lista de materiais

Ao integrar os custos da sua operação com o roteiro de fabricação e a lista de materiais, é possível calcular de forma automatizada os:

  • Custos de Mão de obra;
  • Custos de Matéria-prima;
  • Custos de produtos semiacabados;
  • Custos hora de cada centro de trabalho;
  • Outros custos indiretos da fabricação de cada operação do roteiro.

Formação de preço de venda e tabela de preços

Também é possível calcular o preço de venda dos seus produtos considerando o custo padrão de fabricação e a margem de lucro desejada pela sua empresa.

Com essa informação em mãos, é possível calcular o preço sugerido das tabelas de preço utilizadas pelo setor comercial a partir da análise do custo padrão de fabricação dos produtos e margem de lucro desejada.

Custo real

Um bom sistema de gestão, como o Nomus ERP Industrial, também é capaz de controlar os custos reais da sua empresa, como por exemplo:

  • Custo de reposição e custo médio das matérias-primas;
  • Custo real online de movimentações de estoque relacionados a produção e vendas;
  • Custo real efetivo a partir da apuração do custo hora real de centros de custo e reprocessamento de movimentações de estoque;
  • Reprocessamento de movimentações de estoque para cálculo do custo real efetivo de cada movimentação;
  • Rateio de custos por centro de custo.

Análise da lucratividade de produtos

É possível calcular a lucratividade de produtos considerando o preço de venda praticado e assim identificar o que a sua empresa pode fazer para aumentar a lucratividade de seus produtos.

O sistema também permite uma análise de custo real e lucro por produto NF-e, pedido de venda, cliente, e outros parâmetros.

Veja uma demonstração prática

Se você se interessou por um sistema de custos de produção, recomendo que assista uma demonstração prática do Nomus ERP industrial através do link abaixo:

>> Demonstração prática do Nomus ERP Industrial <<

Nessa apresentação irei mostrar na prática como o sistema funciona e você terá uma noção melhor se é a escolha certa para sua empresa.

Fale com um especialista

Além disso, recomendo que agende uma conversa sem compromisso com um dos nossos especialistas. Poderemos entender o seu negócio e sugerir o melhor caminho para que você tenha um melhor controle dos seus custos de produção.

Acompanhe o Blog Industrial da Nomus para mais dicas de gestão

O Blog Industrial da Nomus foi fundado em 2014 e de lá para cá publicamos mais de 700 artigos práticos sobre gestão industrial e suas melhores práticas. Atualmente possuímos uma comunidade de mais de 72.000 profissionais da indústria em nossa lista de emails e o número cresce cada vez mais.

Faça parte dessa comunidade e cresça conosco se inscrevendo gratuitamente em nossa lista de email.

Além disso, fique à vontade para seguir a Nomus na sua rede social favorita:

Custos industriais

10 Comentários

  1. Armando disse:

    ótimo para entender como calcular os custos de produção e com exemplos

  2. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Todo custo pra produção

  3. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Tudo que você gasta na produção

  4. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Ótimo Pará entender seus gastos na produção dos seus intens

  5. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Muito útil aprendi que tem que calcular tudo seus custos

  6. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Despesas calculadas

  7. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Na fabricação até a chegada ao consumidor

  8. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Na fabricação até a ch

    RP CALCULAR SUAS DEPESAS EM CADA ESTADO

  9. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    A empresa tem definir regras para cada estado

  10. Adnaldo Miguel da Silva disse:

    Fazer RP para calcular o valor de cada estado

Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: