Como usar as redes sociais para vendas industriais

Atualizado em 18/03/21 - Escrito por Equipe Nomus na(s) categoria(s): Marketing e vendas

Guia de marketing para indústrias

Muitos profissionais da indústria entendem as redes sociais como uma ferramenta mais voltada para o varejo. Além disso, poucos veem nessas plataformas um instrumento para promover as vendas.

Entretanto, essa visão está distante da realidade. Hoje, muitas indústrias já utilizam as redes sociais para promover as soluções delas. Elas também são utilizadas para captação de clientes.

Outro motivo para que as indústrias utilizem as redes sociais com foco nas vendas é a facilidade em trabalhar nelas. É um engano pensar que elas necessitam de planejamentos muito complexos ou carecem de habilidades especiais.

Somente o fato de ser ativo nelas, por meio de uma produção regular de conteúdo, já auxilia uma indústria a se diferenciar da concorrência. É importante ainda destacar que a venda executada pelas redes sociais é muito diferente das estratégias utilizadas em outras mídias.

Se na TV, por exemplo, um supermercado apenas mostra a foto do produto e o preço em destaque, nas redes sociais essa metodologia pouco funciona.

Isso ocorre porque, seja o cliente de uma indústria, seja o cliente de uma loja de departamentos, nenhum deles está interessado apenas no preço e na solução. A venda pelas redes sociais é uma conversa de longo prazo. Ambas as partes, quem vende e quem compra, têm tempo de sobra para negociar.

As redes sociais como instrumento de vendas.

Em resumo, as vendas nas redes sociais ocorrem por meio das principais plataformas, como Instagram, Facebook, LinkedIN e até mesmo o Twitter. O principal objetivo é criar a melhor relação possível com os clientes e leads de uma empresa. Nesse cenário, qualquer tentativa de uma estratégia de vendas mais agressiva certamente dará errado.

O ideal é que a indústria, nessas redes sociais, se apresente como autoridade no assunto dela. Se ela, por exemplo, é especialista na fabricação de cabos de aço, é indicado que ela compartilhe um conteúdo voltado para esse assunto. Algo que mude a percepção dos clientes, ao fazer com que eles avaliem essa indústria como a mais especializada no segmento.

Outra vantagem para quem usa as redes sociais para vendas industriais é a oportunidade de se relacionar com o público-alvo certo e com clientes em potencial. Afinal, os seguidores tendem a ser aqueles mais interessados nas soluções de uma determinada indústria. Em tempos de tanta concorrência, esse atributo das redes sociais é uma das melhores maneiras de se aumentar as vendas durante uma crise. Um exemplo prático seria prospectar clientes no Linkedin.

Os benefícios para a indústria ao vender pelas redes sociais

1. Novas oportunidades

Para qualquer segmento, sobretudo para a indústria, as redes sociais proporcionam novas oportunidades de negócios. Além disso, como a comunicação por essas plataformas é bem mais eficiente e dinâmico, se torna muito mais simples tirar as dúvidas dos tomadores de decisões. E, assim, superar objeções deles.

Nesses casos, em vez do cliente em potencial esperar dias por uma informação, é possível enviar facilmente para ele conteúdos que o ajudem durante a jornada de compra. Além disso, se ele estiver satisfeito ou achar a proposta interessante, pode ainda compartilhar ela com pessoas relevantes no mercado. O que aumenta as chances da indústria de captar novos clientes.

2. Mais leads

Atrair novos leads por meio das redes sociais é uma estratégia muito mais relevante para as indústrias do que utilizar métodos tradicionais, como rádio e Tv. Caso uma das indústrias utilize um CRM, existe ainda a possibilidade de investir em vendas conversacionais.

Para capturar esses novos leads com o apoio de um software de CRM é muito fácil. Basta que um dos usuários da ferramenta realize a integração com as principais redes sociais, como Facebook, Instagram e LinkedIN.

Quando uma pessoa interessada nas soluções da indústria enviar uma mensagem para uma dessas redes sociais, o CRM automaticamente a cadastra como um novo lead no banco de dados. Dessa forma, o time de vendas tem acesso a informações muito valiosas sobre esse cliente em potencial, como nome, e-mail e onde trabalha.

Baseado nesses dados, e no histórico da conversa, o vendedor consegue organizar os melhores argumentos ao realizar a prospecção, sobretudo por meio de plataformas como o Facebook Messenger, por exemplo.

As vantagens de cada rede social para a indústria

Facebook

O Facebook pode funcionar muito bem para vendas industriais. Afinal, esta é a rede social mais popular do mundo, e já superou o número de 2,6 bilhões de usuários ativos.  Nessa plataforma, o mais indicado para uma indústria é a criação de uma página de negócios. Por meio dela, é possível postar conteúdos e ainda interagir na área de comentários com pessoas interessadas na empresa.

Para que a venda seja mais profissional, o ideal é utilizar as ferramentas do Facebook para a criação de anúncios. Além de permitir a divulgação de textos e de vídeos, os anúncios podem ser uma ótima solução para quem tem foco do segmento B2B.

LinkedIN

Caso uma indústria queira captar clientes e iniciar o processo de venda, mas somente pode escolher uma rede social, a opção deve ser o LinkedIN. Afinal, boa parte dos gestores e tomadores de decisão de outros segmentos têm o perfil ativo nessa rede.

Por mais que os vídeos sejam cada vez mais populares, no LinkedIN o conteúdo escrito ainda é o favorito dos usuários. Portanto, se uma indústria quer cativar novos clientes nessa rede, e ainda oferecer as soluções dela, o ideal é investir em conteúdos provenientes de blogs e matérias divulgadas na imprensa.

WhatsApp

Sim, o WhatsApp é uma rede social. Nele é possível, assim como em outras plataformas, criar grupos e divulgar o status na forma de stories. Entretanto, as indústrias devem utilizar a versão exclusiva para o mercado corporativo, chamada WhatsApp Business.

Esse formato oferece diversos benefícios aos empreendedores, sobretudo para as vendas. Afinal, nele a indústria pode criar catálogos de seus produtos, e incluir informações como o preço, características, prazo de entrega, entre outros dados relevantes aos compradores.

Para auxiliar em todo esse processo, mais uma vez é recomendado o uso de um CRM. Com esse software, os gestores das indústrias conseguem analisar, por meio de relatórios, a quantidade de leads e vendas realizada no WhatsApp Business. Dessa forma, esses profissionais têm mais informações para criar modelos de previsão de vendas quem melhor funcionem para o planejamento deles.

Siga a Nomus na sua rede social favorita

Aproveite que agora você já conhece o potencial de vendas das redes sociais e acompanhe a Nomus na sua rede favorita.

Siga os links abaixo para acompanhar:

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:




Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: