Já declarou seu IR? Já implantou o PCP? Sua indústria está preparada para o Bloco K?

Atualizado em 20/12/19 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Bloco K / Planejamento e Controle da Produção / Produção

bloco-k-industria

Um título e três perguntas. Exagero? Aproveito a oportunidade neste momento em que vejo amigos e familiares terminando a declaração do imposto de renda para fazer uma analogia com um tema bastante relacionado ao planejamento e controle da produção. A essa altura, você deve estar se perguntando: “Como assim? O que a declaração do imposto de renda tem a ver com o PCP e o Bloco K?”.

Outra questão que provavelmente deve estar passando na sua cabeça: por que um engenheiro de produção está escrevendo sobre imposto de renda? É verdade, não sou um especialista neste tema. O pouco que sei está relacionado à minha declaração, e à da minha empresa, que tenho que fazer uma vez por ano e entregar no prazo para não pagar multa. Mas o fato de grande parte das pessoas deixar as obrigações para a última hora me fez lembrar do Bloco K.

Será que o brasileiro realmente deixa tudo para a última hora?

Mais uma pergunta, logo no primeiro subtítulo deste post. Sinceramente, não sei se podemos generalizar este comportamento como sendo exclusividade do povo brasileiro, mas temos aqui um ditado popular e ditados sempre têm um fundo de verdade.

Todo dia 30 de abril você declara seu IR

Bom, vamos por partes. Hoje é dia 30 de abril de 2015, último dia para acertar as contas com o leão do imposto de renda e ainda vejo muita gente terminando a sua declaração. A imprensa cita números na casa dos milhões de contribuintes que ainda não declararam o IR. No final de semana passado, estava passeando com a família em uma praça e encontramos uma conhecida caminhando sozinha. Perguntamos sobre seu marido e ela falou em um tom meio de tristeza que ele estava fazendo o IR.

Eu conheço um empresário que recebeu apenas ontem o informe de rendimentos de seu contador e estava furioso, pois provavelmente iria precisar virar a madrugada para terminar de preencher sua declaração. E você, já declarou seu IR? Conhece alguém que deixou isso para a última hora?

A partir de janeiro de 2016 (ou 2017 ou 2018, dependendo da sua indústria), você vai precisar entregar o Bloco K do Sped

Uma outra exigência, que vai passar a ser obrigação de todas as empresas que fazem o cálculo de impostos com base no lucro real ou no lucro presumido é a entrega mensal do arquivo do Bloco K do SPED a partir de janeiro do ano que vem, que torna digital o Livro Registro de Controle da Produção e do Estoque. Confira abaixo o texto extraído do site da receita:

EFD ICMS IPI – Bloco K – Obrigatoriedade em 2016

Na 5a. reunião do CONSEFAZ, do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), realizada em Brasília, em 14/08/2014, o plenário concluiu que a implementação da obrigatoriedade da escrituração fiscal digital do Livro Registro de Controle da Produção e do Estoque, nos termos do § 7º da Cláusula terceira do Ajuste SINIEF 2/2009, que institui a Escrituração Fiscal Digital – EFD deverá ocorrer em 2016.”


» Bloco K prorrogado em outubro de 2015! Veja mais informações «


Você vai precisar implantar um software de PCP

Espero que ao longo dos últimos dois meses você já tenha percebido nos diversos posts do Blog Industrial a importância do investimento em gestão em uma indústria, o que muito provavelmente passa pela implantação de um software de PCP. Entretanto, você precisa priorizar quais projetos de investimento irá colocar em prática, pois eles não requerem somente capital, mas também a sua dedicação e da sua equipe. Nesse sentido, você pode ter considerado mais prioritário investir em estoques, novos pontos de venda, máquinas, software de CAD-CAM etc.

A minha expectativa é que a exigência fiscal do Bloco K tenha um efeito colateral positivo para as indústrias brasileiras: a implantação em massa de sistemas de gestão da produção através de softwares de PCP, trazendo com isso todas as melhorias que dependem desse tipo de investimento, como aumento da produtividade, redução de desperdícios, níveis de estoques equilibrados, etc.

O software de PCP é necessário para a geração do Bloco K

Como mencionado no site da receita, o bloco K é a escrituração fiscal digital do Livro Registro de Controle da Produção e do Estoque. O próprio nome do livro fiscal já menciona o controle da produção, ou o CP do PCP. Portanto, é difícil imaginar que sem um software de PCP seja possível entregar o Bloco K. Mais uma vez, gostaria de citar o Nomus PCP como exemplo de um software que poderá ajudar a sua indústria na geração do Bloco K.

Não pretendo neste post entrar em detalhes nos requisitos para a geração do Bloco K, mas basicamente quem está nos regimes de apuração do lucro real ou presumido vai precisar informar para a receita, mensalmente, a posição diária de todos os seus itens em estoque, incluindo matérias primas, materiais em processamento e produtos acabados. Além disso, você precisará informar todas as ordens de produção abertas durante o mês e as listas de materiais padrão de cada item que você produz. Tudo isso dentro das regras definidas pela Receita Federal.

Certifique-se que o software escolhido atenderá o Bloco K e mãos à obra

tempo

O setor comercial da Nomus tem recebido uma quantidade enorme de contatos, de contadores e donos de indústrias que utilizam softwares de gestão de fornecedores, os quais já declararam que não irão atender ao Bloco K. Eles são, na imensa maioria, de empresas de software que não têm seu foco no atendimento de indústrias e, por isso, ou não têm ou têm um módulo de PCP muito simples nos softwares de gestão que comercializam .

Um bom software de PCP não se implanta da noite para o dia

Diferentemente do meu amigo, que quase certamente virou a noite para conseguir entregar no prazo a declaração do IR, dependendo das características da sua indústria, você vai precisar de alguns meses para escolher e implantar o software de PCP mais adequado. Já estamos entrando em maio, portanto, caso você ainda não tenha um software de PCP implantado na sua indústria ou o seu software de PCP não atenda aos requisitos do Bloco K do SPED, a hora de escolher é agora.

Ainda dá tempo de escolher com calma e implantar o software de PCP que irá gerar o Bloco K e que se encaixa melhor nas características da sua indústria. Neste sentido, novamente, gostaria de convidar você a assistir a uma demonstração do Nomus PCP, o software de gestão exclusivo para indústrias e desenvolvido por engenheiros de produção. Nesta apresentação, você verá os muitos benefícios que a sua indústria irá ter além da entrega do Bloco K para a Receita Federal. Depois me diga o que achou e… mãos à obra!

banner-palestra-bloco-k


Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.


Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo:




Junte-se a 47.312 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam