Aprenda a calcular o Payback dos seus projetos

Atualizado em 30/12/19 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Gestão de projetos / Processos e Organização

Custos industriais

Precificar os projetos nunca é uma tarefa simples, além de levantar os custos do projeto e definir uma margem de lucro, deve-se prestar atenção nos vencimentos das contas a receber do projeto. Pois dependendo do payback o projeto pode se tornar inviável economicamente para sua empresa. Escrevi esse artigo para lhe dar uma luz nessa direção.

A primeira coisa que você deve saber é que o método de Fluxo de Caixa Descontado leva em conta o valor atual e futuro dos fluxos de caixa. Uma premissa é que o valor do dinheiro no tempo é importante, ou seja, o dinheiro recebido hoje tem mais importância do que o dinheiro recebido no próximo mês ou no próximo ano.

Em suma, o dinheiro cria dinheiro, quando está em suas mãos. Essa afirmação traz uma conotação de que o dinheiro sempre cria oportunidades ao longo de um período de tempo.

Vamos as contas!

Quando um banco empresta a um cliente uma quantia X, por um período de 5 anos, ele cobrará um Juros J por adiantar um dinheiro que o cliente demoraria um tempo para juntar na poupança. 

Assim, Valor recebido pelo banco (depois de 5 anos) = X + J Daí ,

Valor Futuro (após 5 anos) de Xf = Xi + J

Fórmula para calcular o valor futuro do dinheiro (FV) = PV (1 + i) n

FV = Valor Futuro

PV = Valor Presente

i = taxa de juros em percentagem

n = número de períodos em que os juros são pagos 

por exemplo…

Valor Futuro de R$ 5.000,00 após 3 anos a uma taxa de juros de 2% ao ano será de R$ 5.306,00 , conforme calculado abaixo:

FV = 5000 (1 + 2/100) ³

FV = 5000 ( 1.02) ³

FV = 5000 (1,061) = R$ 5.306,00

Calculando a rentabilidade do projeto usando o método de Fluxo de caixa Descontado

Quando você inverter o princípio de cálculo do valor futuro do dinheiro, você pode mensurar o valor presente do dinheiro ou o fluxo de caixa.

A fórmula para o cálculo do valor presente do dinheiro é:

Valor Presente = FV / (1 + i) n

Esta fórmula pode ser aplicada ao exemplo anterior (de 2 projetos) para obter o valor presente líquido dos fluxos de caixa do projeto em o contexto dos dois projetos, assumindo que o custo de capital = 9% & Investimento total no projeto = $ 25.000.

De acordo com o método Payback, ambos os projetos parecem igualmente rentáveis, como eles tanto gerar R$ 32.000 cada, no final de 5 anos.

Mas, se o Valor Presente Líquido das entradas é calculado, o Projeto B irá emergir como um projeto melhor.

A fórmula, Valor Presente = FV / (1 + i) n

pode ser usado para o cálculo do valor presente de todos os fluxos de caixa.

Aqui estão os cálculos.

As entradas anuais de Projeto A = R$ 5.000, R$ 6.000, R$ 6.000, R$ 4.000, R$ 11.000 = R$ 32.000

As entradas anuais de Projeto B = R$ 15.000, R$ 13.000, R$ 2.000, R$ 1.000, R$ 1.000 = R$ 32.000

Valor Presente Líquido das entradas anuais de Projeto A = (5000 / (1 9/100 +) 1 ), (6000 / (1 + 9/100) 2 ), (6000 / (1 + 9/100) 3 ), (4000 / (1 + 9/100) 4 ), (11000 / (1 + 9/100) 5 ) = 4587 + 5050 + 4633 + 2833 + 7149 = R$ 24.252,00

Valor Presente líquido das entradas anuais de Projeto B = (15000 / (1 + 9/100) 1 ), (13000 / (1 +9/100) 2 ), (2000 / (1 + 9/100) 3 ), (1000 / (1 + 9/100) 4 ), (1000 / (1 + 9/100) 5 ) = 13,761 + 10,941 1544 + 708 + + 649 = R$ 27.603,00

Estes cálculos mostram que o Valor Presente líquido dos fluxos de projeto B é mais do que a de projeto A. Além disso, as entradas totais de projeto B cobrir o projeto de investimento de R$ 25.000. Portanto, o Projeto A devem ser descartados, pois não cobre as despesas do projeto.


Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.


Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo: