Mercado de trabalho depois dos 30 anos: é possível?

Atualizado em 25/06/18 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Processos e Organização / Produção / Recursos Humanos

Curso gratuito de White Belt em Lean Seis Sigma

Buscar uma oportunidade de emprego é sempre um assunto importante. O fato é que devemos devemos deixar de lado as barreiras e dar tudo de si para chegar aos objetivos. Pode parecer impossível se inserir no mercado de trabalho depois dos 30 anos, mas não é.

Através da interação em nosso canal no Youtube, um espectador buscou tratar dessa dúvida e consideramos interessante para produzir um Papo de Produção. Abaixo o vídeo que aborda o assunto:

Veja também o questionamento trazido pelo espectador em nosso vídeo:

Wandeharley Oliveira

Qual sua opinião sobre pessoas que se formam um pouco mais tarde, terminarei minha graduação em Eng. De Produção aos 32 anos, consigo concorrer de igual pra igual com a garotada de vinte e poucos anos? sou técnico em segurança do trabalho e atuo nesta área a 6 anos, tenho experiência na construção civil, mas especificamente em hidrelétricas e também na área de treinamento de segurança do trabalho, falo inglês também e espero que isso seja um diferencial mesmo sabendo que um outro idioma hj em dia é uma obrigação.

Obrigado amigo, grande abraço.

Mercado de trabalho

Tenho 38 anos e sei que o mercado de trabalho hoje possui muitas empresas que desprezam pessoas um pouco mais velhas. Depois dos 40, realmente, é mais complicado de se alocar. Porém, não acredito que este empecilho seja um impedimento, dependendo da sua força de vontade de querer trabalhar.

Se estivéssemos falando de alguma outra atividade, como no esporte, a necessidade de iniciar no início da juventude seria maior, por depender do desempenho físico. Em meados dos 30 anos, de acordo com as novas expectativas de vida, representa apenas 1/4 da vida, pela premissa de se tornar comum ultrapassar os 100 anos de idade.

Para o caso específico do Wandeharley Oliveira, 32 anos, penso que ainda está muito novo. Depende de sua força de vontade, principalmente, por ter uma experiência incrível. Pode ser que essa barreira esteja na sua cabeça. Com certeza as empresas buscam profissionais que geram transformação, acredite e busque seu espaço.

Inspirações

Tenho um colega de 75 anos, que conheci fazendo uma formação em coaching. Formado em Medicina, Economia, Administração, também é maestro. Fiquei curioso para saber o que ele estava fazendo no curso, onde o conheci e a resposta me surpreendeu bastante: “estou me preparando para começar uma nova carreira”.

Trata-se de uma pessoa inteligente, que sabe dos anos que tem pela frente e entende a necessidade de não estagnar. Poderia, muito bem, buscar uma aposentadoria e ficar acomodado, mas isso vai te definhando, tirando seu prazer de viver. Abaixo um registro desse exemplo inspirador:

Ray Croc

Responsável pela mais famosa rede de lanchonetes do mundo: o McDonald’s. Para quem não conhece a história, Croc visitou um restaurante, que servia refeições rápidas e vivia lotado, pertencente a dois irmãos e decidiu investir em franquias da marca.

O que chama a atenção é que o início do sucesso de Ray Croc aconteceu depois dos 50 anos de idade, quando alavancou o desempenho da lanchonete, que já existia.

Fome de poder

Ficou interessado em conhecer mais sobre a história do McDonald’s? O filme “The Founder” (Fome de Poder, no Brasil) conta mais sobre esse sucesso. Confira abaixo a sinopse:Após receber uma demanda sem precedentes e notar uma movimentação de consumidores fora do normal, o vendedor de Illinois Ray Kroc (Michael Keaton) adquire uma participação nos negócios da lanchonete dos irmãos Richard e Maurice “Mac” McDonald no sul da Califórnia e, pouco a pouco eliminando os dois da rede, transforma a marca em um gigantesco império alimentício.

Roberto Marinho

Citados por vezes entre os homens mais ricos do planeta, pela construção de um dos maiores impérios da comunicação mundial. A inauguração da TV Globo aconteceu em 1965, quando Roberto Marinho já havia passado dos 60 anos.

Hoje, o fundador da maior rede de televisão do Brasil tem 98 anos e uma fortuna que supera US$ 6 bilhões.

Atitude para vencer

Hoje vemos muitas pessoas reclamando das circunstâncias, dizendo que “ninguém contrata engenheiro”. Você não pode mudar o mercado, deve se adequar a ele. Preocupe-se naquilo em que você pode controlar: dê o seu melhor!

VEJA MAIS – Como conseguir um estágio em Engenharia de Produção

Se uma empresa tem em seu plano de carreira contratar o estagiário, efetivá-lo como analista, desenvolvê-lo na função, para chegar até um cargo de gerência, será difícil mudar essa realidade. Ao contratar como engenheiro existem regras que direcionam as empresas a pagarem salário mínimo referente a tal cargo. Tire o foco disto, pois será muito difícil mudar esse fato. Pare de reclamar e pensar que isso é um problema e foque nas verdadeiras adversidades de sua empresa, para resolvê-las e crescer.

Na minha empresa valorizo as pessoas que trazem soluções.  Se você fizer isso estará dando mais de 100%.

Engenharia de Produção e sua generalidade

A tendência é que as opções no mercado de engenheiros sigam aumentando, pelo fato de existir cada vez mais a demanda de profissionais da área pelas empresas. Essa procura se dá, principalmente pelas características de um profissional com uma formação genérica, com perfil técnico.

VEJA MAIS – Descubra qual o futuro do profissional de engenharia de produção

Ao longo dos períodos da Engenharia de Produção pode-se notar a presença de disciplinas de outras engenharias, o que confere uma característica multidisciplinar ao curso. Formação que indica a generalidade como especialidade do profissional da área, além das bases matemáticas, econômicas e estatísticas. Dessa forma, torna-se mais fácil a adaptação em diferentes atuações do mercado de trabalho.

Esperamos te ajudar

Dúvidas como essas sempre são bem vindas. Entre em contato, sempre será um prazer ajudar e dividir nosso conhecimento. Nós que agradecemos a confiança. Espero de coração, que possa ter contribuído para você e todos que puderam acompanhar. Veja também uma demonstração do ERP Industrial da Nomus, o sistema de gestão especializado em indústria desenvolvido pela Nomus.

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags: ,


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.



Receba no seu email.

Os melhores artigos, ebooks e planilhas de gestão da produção industrial, gratuitamente, no seu email.





Junte-se a 47.312 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam