Conheça sua estrutura de custos para atualizar os preços dos produtos

Atualizado em 14/06/18 - Escrito por Thiago Leão na(s) categoria(s): Custos e Finanças / Processos e Organização

Custos industriais

Seguimos desbravando o mundo da Gestão de Custos. Para finalizar esse grupo de tratamento vamos mostrar como é essencial atualizar os preços dos produtos. Neste artigo vamos mostrar para você o prejuízo que não ter esse conhecimento pode gerar na sua produção. Uma vez que tem ciência da gravidade fica mais fácil pensar em uma forma de buscar uma forma de melhoria.

Neste artigo você pode conferir em vídeo e a transcrição completa do vigésimo sexto Dores da Indústria, onde falamos sobre não saber o custo de atender clientes. Mostramos como buscar a solução para esse grupo de dores da Gestão de Custos.

VEJA MAIS – Como formar o preço de venda de um produto e maximizar o lucro da sua fábrica

Talvez você nem saiba como esse problema possa estar afetando sua indústria. Assista o vídeo abaixo e veja como sua empresa pode estar perdendo dinheiro e como tratar essa dor:

Espero que este vídeo tenha ajudado a abrir seus olhos para este problema, seus impactos e também como resolvê-lo. Se você gostou deste material, curta, compartilhe e deixe seu comentário. Vamos criar uma comunidade de gestores e profissionais que se ajudam e aprendem juntos. Participe!

Aguarde o próximo vídeo da série Dores da Indústria, toda quinta-feira, no Blog Industrial. Enquanto aguarda, assista uma demonstração do nosso ERP Industrial e também acompanhe o Papo de Produção.

Veja os outros vídeos da série Dores da indústria

Missão impossível? atualizar os preços dos produtos

Seguimos com o desafio de falar sobre as Dores da Indústria. Certamente você sabe que está perdendo dinheiro quando tem um problema semelhante a esse, mas dificilmente para refletir quanto dinheiro está perdendo. Como ajudar te ajudar a refletir? É importante juntar sua equipe e fazer esse dever de casa afim de obter grandes resultados.

Essa dor é semelhante a de não saber formar preço de venda. Sem saber efetuar essa formação se torna complexo atualizar o preço dos produtos. Normalmente, a formação do preço de venda vai muito além dos custos, mas é necessário estar por dentro dessas informações para obter lucro.

É muito comum variação no preço do fornecimento das matérias primas. Quando isso acontece, para mais ou para menos, é importante atualizar sua tabela de preços para saber se vale a pena vender no valor antigo.

Caso real

Um amigo consultor contou sobre um cliente fabricante de relógios. Ele não podia vender seus produtos pelo preço que já teria lucro, porque não conseguiria. Fez as contas e chegou a conclusão que a margem de lucro interessante girava em torno de R$ 200. Sem colocar a esse valor seria inviável a venda dos relógios. Então o preço mínimo passava a ser, no mínimo, R$ 400.

Loucura? Isso acontece porque as pessoas não percebem qualidade nos relógios com o preço menor que esse no mercado onde ele estava inserido. Assim, a margem de lucro passava a ser maior pelos consumidores não valorizarem um produto com valor baixo.

Formação de preços

A grande maioria dos negócios acabam se posicionando por preços. Desta forma, quando há variação no fornecimento de matéria prima os concorrentes acabam aumentando ou diminuindo seus valores dos produtos fabricados, mantendo suas margens e fazendo com que o mercado acompanhe essa tendência.

Para não precificar os produtos de acordo com seus concorrentes é preciso conhecer realmente a estrutura de custos. Naturalmente, ao longo do tempo, acontecerão variações em seus processos. Se estiver investindo em melhoria contínua é normal que tenha uma redução nos custos ao longo do tempo. É importante saber calcular rapidamente suas tabelas de preços.

Perda financeira

Sem saber atualizar os preços de produtos será normal vender mais caro ou mais barato do que se deve. Vendendo mais caro provavelmente estará perdendo mercado, pois seu concorrente ganhará a disputa de preços. No caso de vendas com valor baixo irá perder dinheiro na saída dos produtos, gerando prejuízo em sua margem de lucro.

Esse é o momento de reflexão para saber qual situação ocorre com você. Sem uma ferramenta de gestão de custos fica mais complicado fazer essas estimativas em sua rotina. É preciso fazer um esforço para saber qual é sua perda financeira e transferir isso para sua tabela de preços.

Veja na prática

A Gestão de Custos pode mudar o rumo da sua empresa, levando a resultados fantásticos. Essas e outras praticidades podem ser vistas ao assistir uma apresentação do Nomus ERP Industrial, o software de gestão focado em indústrias e desenvolvido por engenheiros de produção.

Nomus ERP Industrial

Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro Mecânico Industrial formado na UERJ e especialista em implantação de sistemas de gestão Industrial na Nomus. Thiago já atuou em fábricas de diversos setores, como: Embarcações, perfuração submarina, metal-mecânica, materiais de escritório, alimentício, cosméticos e tubulação.


Participe! Deixe o seu comentário agora mesmo:




Junte-se a 47.312 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam