Descubra na prática como o PCP e seus aliados podem ajudar sua indústria

19/11/15 - Escrito por João Pimenta na(s) categoria(s): Produção

pcp-influencia

O objetivo mais básico do planejamento e controle da produção (PCP) é adequar a produção ao mercado. Para atingir esse propósito precisamos produzir somente o necessário com a menor quantidade de recursos para atender os prazos de entrega sem comprometer os custos do produto. Parece fácil?

Então adicione mais produtos no seu portfólio, limite sua possibilidade de estoque de matérias primas, atualize constantemente a sua estrutura e roteiro de fabricação, lide com atrasos de fornecedores e os problemas naturais de produção. Ficou mais difícil, não concorda?

Por causa destas dificuldades, hoje em dia, é imprescindível possuir a ferramenta certa para  fazer o gerenciamento do PCP e de todas as áreas ao seu redor, evitando surpresas e garantindo o melhor resultado possível.

Neste artigo, irei te mostrar como simplificar estas tarefas. De início, veja um esquema simplificado do fluxo de informações relacionadas ao PCP.

Veja mais: 6 benefícios de controlar o chão de fábrica com um sistema de gestão PCP

grafico-pcp

Resumindo, esse esquema nos permite enxergar todos os processos relacionados com o PCP, podendo ser trabalhado nos mais diversos setores, como:

  • Marketing/Comercial – Receba o input da previsão de vendas de acordo com as estratégias de marketing e a equipe de vendas. Acompanhe os pedidos em carteira registrados pela área comercial. Com isso será possível definir o plano de produção. Gerencie seus clientes.
  • Engenharia – Garanta que toda a estrutura do produto (lista de materiais) e o roteiro produtivo estejam atualizados de acordo com a evolução do projeto e com as melhorias naturais da fábrica. Essas informações serão essenciais para o controle de estoque e para o sequenciamento da produção.
  • Compras – Acompanhe a necessidade de compras de matérias primas e o fornecimento desse material através dos pedidos de compra. Evite paradas na produção. Gerencie o desempenho dos seus fornecedores.
  • Produção – Com base nas informações anteriores e as restrições e capacidade da produção geramos o plano mestre de produção, sequenciamos as operações, liberamos e controlamos as ordens de produção.

Controle os seus processos com um sistema de gestão PCP

Este controle dos processos industriais são feitos, inúmeras vezes manualmente, ou com planilhas de alta complexidade. Neste exemplo, vamos ver na prática como controlar estes processos através de um sistema de controle da produção desenvolvido pela Nomus, o Nomus PCP.

Marketing/Comercial – Pedidos de Venda:

Controle informações essenciais para gestão de vendas no setor comercial, como:

  • Número do pedido
  • Empresa
  • Cliente
  • Data de emissão do pedido
  • Produto
  • Quantidade
  • Preço
  • Status do pedido:
    • Aguardando liberação
    • Liberado
    • Atendido parcial ou totalmente
    • Cancelado
  • Status do atendimento pela produção (foi criada ordem para o pedido?)

Para exemplificar, veja esta tela de pedidos de venda no sistema Nomus PCP:

pedidos-venda

Realize a gestão dos seus clientes apresentando:

  • A participação dos clientes nas vendas % da fatia do faturamento
  • O histórico de vendas por produto x cliente
  • Os produtos mais vendidos

Exemplo de relatórios no Nomus Dashboard:

Marketing/Comercial – Previsão de vendas:

Através da análise de pedidos de vendas e do posicionamento da equipe de marketing, defina a previsão de vendas focando nas informações:

  • Qual produto será vendido
  • Período da previsão
  • Quantidade prevista

Utilize ferramentas do sistema para realizar o cálculo histórico de vendas pelo método de previsão da média móvel:

previsao-vendas

Tela de previsão de vendas no sistema Nomus PCP:

previsao-produtos

Engenharia – Estrutura do produto (lista de matérias):

Controle todas as listas de materiais dos produtos fabricados no PCP:

  • Controle revisões de lista de materiais
  • Reaproveite estruturas
  • Utilize ‘n’ níveis para estruturar sua lista de materiais

Exemplo de lista de materiais no sistema Nomus PCP:

estrutura-do-produto

Engenharia – Roteiro de Fabricação do produto:

Controle todos os roteiros de produção dos produtos fabricados no PCP:

  • Controle revisões do seu roteiro de fabricação
  • Reaproveite estruturas
  • Crie ‘n’ operações, recursos e centros de trabalho para descrever seu processo produtivo

Exemplo de roteiro de produto no sistema Nomus PCP:

roteiros-produto

Compras – solicitações de compras automáticas:

Para fazer as solicitações de compras automáticas, utilize a ferramenta MRP – Material Requirement Planning ou Planejamento das necessidades de materiais.

Gere solicitações de compra automaticamente considerando as parametrizações de estoque do produto:

compras-automaticas

O sistema verifica todas as entradas e saídas futuras e estima um estoque projetado, em seguida o sistema verifica todas as parametrizações de estoque e gera uma sugestão de compras (solicitação de compras) com as informações de:

  • Código e descrição da matéria prima
  • Quantidade sugerida para compra
  • Empresa, usuário e data de emissão do MRP
  • Data da necessidade de compra e data limite de emissão do pedido para atendimento da produção – informações essenciais para evitar paradas na produção
  • Status da solicitação
    • Planejada (criada pelo MRP sem confirmação)
    • Confirmada (pendente de liberação do responsável de PCP ou compras)
    • Liberada (liberação para o comprador)
    • Cancelada (cancelamento da solicitação)
    • Encerrada (transformação da solicitação em pedido de compra)
    • Atendimento parcial (transformação parcial em pedido de compra)

Exemplo de geração automática de solicitações de compra no PCP:

compras-geradas-mrp

Compras – pedidos de compra:

O gerenciamento da criação de pedidos de compra pode ser feito através do campo “data limite”,  que informa ao usuário qual é a última data que o comprador poderá realizar o pedido de compra para que o recebimento de material seja feito em dia para a produção.

A data da necessidade do item do pedido de compra se torna, naturalmente, a data de entrega do pedido de compra. No pedido de compra podemos ver todas as informações da solicitação de compra e:

  • O fornecedor do pedido de compra
  • O preço de compra
  • O status do pedido de compra
    • Aguardando liberação
    • Liberado
    • Atendido parcialmente
    • Encerrado
    • Cancelado
  • A quantidade atendida (quantidade recebida do fornecedor)

Exemplo de controles de pedidos de compra no sistema Nomus PCP:

pedidos-de-compra

Produção – Plano de produção e plano mestre de produção:

Gere todas as ordens de produção pendentes com apenas um clique através do plano de produção. Para geração do plano de produção são considerados os mesmos parâmetros de estoque utilizados na geração do MRP de matéria prima. Na geração das ordens de produção são considerados, além dos parâmetros de estoque:

  • Saldo atual em estoque
  • Entradas e saídas confirmadas e planejadas
    • Pedidos de vendas em carteira
    • Previsão de venda
    • Ordens de produção pendentes
  • Projeção de estoque (= saldo atual + entradas confirmadas e planejadas – saídas confirmadas e planejadas)
  • Lotes mínimos, máximo e múltiplo (considera os lotes para geração da quantidade da ordem)
  • Estoque de segurança (dispara novas ordens se a projeção de estoque estiver abaixo)
  • Estoque máximo (sugere novas ordens a fim de atender o estoque máximo)

Veja mais:  Como saber o que, quando e quanto comprar na sua indústria com PCP e MRP

Exemplo de sugestões de ressuprimento no sistema Nomus PCP:
sugestoes-ressuprimento-do-sistema

Depois de confirmadas as sugestões podem ser geradas as ordens de produção que são gerenciadas na tela a seguir.

As principais informações para gerenciamento das ordens são:

  • Código da ordem
  • Empresa da ordem
  • Código e descrição de produto
  • Quantidade e saldo em estoque
  • Data inicial planejada (data de entrega – leadtime)
  • Data de entrega
  • Status da ordem (gerenciamento do ciclo de vida da ordem)
    • Planejamento (ordens geradas pelo plano de produção não confirmado)
    • Confirmada (ordens geradas pelo plano validadas pelo usuário)
    • Liberada (ordens liberadas para a produção)
    • Requisição parcial ou totalmente (envio de materiais para produção parcial ou totalmente)
    • Encerrada (reporte da quantidade produzida na ordem)
    • Cancelada (ordem não possui finalidade e não foi produzida)

Exemplo de ordens geradas no sistema Nomus PCP:
ordens

Produção – Programação da produção – sequenciamento de ordens:

Após geração e confirmação do plano de produção, o sistema de programação fina fará a alocação de todas as operações das ordens de produção de acordo com alguns critérios de priorização. A ordem dos critérios é definida pelo próprio usuário.

Exemplo de gráfico de gantt gerado pela programação fina do sistema nomus:
gantt

Veja mais:  5 benefícios da programação fina que melhoram o desempenho da sua indústria

Simule o processo da sua empresa de ponta a ponta

Através de um software que realize o planejamento e controle da produção da  sua produção você pode programar e influenciar vários departamentos da sua indústria, como mostrei acima. Peça uma demonstração e avalie junto com um dos nossos engenheiros todos esses processos na prática.

software-para-industria-em-pcp


Compartilhe esta matéria:


Tags:


Engenheiro de Produção pela UERJ, trabalhou em diversos projetos de consultoria com a Coppe da UFRJ e participa de projetos de implantação do Nomus PCP desde 2011.


  • Emerson

    Meu caro amigo! Primeira pergunta. Na sua primeira tabela de pedidos de compra, como pode o pedido de emissão datar 03/09/14 e o pedido de entrega datar 03/07/14, ainda mais 10.000 unidades? Segunda pergunta. Por que os valores totais de 4 pedidos estão na coluna de valor unitário? Melhor eu parar de ver pra não perder tempo. Pois o tempo hoje em dia é valioso demais! Boa sorte.

    • João Paulo Pimenta Carneiro

      Bom dia Emerson,

      Agradeço muitos sua participação no nosso blog.

      Sem dúvida as questões colocadas são extremamente pertinentes!
      Antes de respondê-las queria deixar claro que as imagens colocadas são de bases fictícias utilizadas para testes de novas funcionalidades e não correspondem a realidade de nenhum de nossos clientes. Vamos lá!

      Primeira pergunta: Fizemos esse teste para um de nossos clientes que frequentemente recebe os pedidos de compra de seus clientes com a data atrasada e não queria cadastrar no sistema um pedido de venda com a data diferente da data do pedido de compra de seu cliente.

      Segunda pergunta: Aqueles são realmente os valores unitários de cada pedido. Possuímos configurações que bloqueiam a exibição de determinados campos para determinados usuários. A não exibição desse campo é explicada por esse motivo!

      Novamente, agradeço os comentários.
      Também lhe desejo uma boa sorte, muito obrigado!


Receba no seu email.

Os melhores artigos, ebooks e planilhas de gestão da produção industrial, gratuitamente, no seu email.





Junte-se a 36.267 gestores e profissionais da indústria

Receba dicas semanais de engenheiros de produção direto no seu email e turbine sua a gestão da sua indústria. Inscreva-se gratuitamente:


Seu email está seguro e você nunca receberá spam